23/9/20
 
 
GoldenState Warriors. A noite que tem um lugar reservado na história
Curry foi o melhor jogador da fase regular do ano passado e reapareceu ainda melhor

GoldenState Warriors. A noite que tem um lugar reservado na história

Curry foi o melhor jogador da fase regular do ano passado e reapareceu ainda melhor Brandon Dill/ap Rui Pedro Silva 24/11/2015 16:41

Campeões da NBA recebem os LA Lakers à procura do 16.o triunfo consecutivo a abrir a época. Será a melhor marca de sempre na NBA.

“Perder” é uma palavra que não entra no dicionário dos Golden State Warriors esta temporada. Os campeões da NBA em 2014/15 entraram na nova época sem vacilar e chegaram no domingo aos 15 triunfos consecutivos, igualando o melhor registo da história da liga, que pertencia aos Houston Rockets – alcançado em 1993/94.

A superioridade máxima dos Warriors no primeiro mês de competição não está a ser posta em causa por praticamente ninguém e a última oportunidade de o recorde ser travado pertence aos LA Lakers. A equipa da Califórnia pode contar com 16 títulos mas o passado não ganha jogos. Por isso, em Oakland, na Oracle Arena, as previsões apontam para uma vitória tranquila de Stephen Curry e companhia. Até Kobe Bryant, líder dos LA Lakers, reconhece a diferença de qualidade, lembrando no entanto que não há resultados garantidos: “Já vi coisas mais estranhas acontecerem. Temos estado a jogar uma porcaria mas podemos aparecer lá a fazer o jogo da nossa vida. Nunca se sabe.”

Os números exibidos pelos Golden State Warriors são esmagadores. A equipa está com uma média de margem de vitória de 14,6 pontos e o triunfo mais curto surgiu a 4 de Novembro contra os LA Clippers (112-108). Dez dias depois, em casa contra os Brooklyn Nets, o susto foi maior mas um triplo em cima do apito final forçou o prolongamento e abriu caminho para uma vitória por 107-99.

Stephen Curry, com médias de 32,6 pontos, 5,2 ressaltos, 5,7 assistências e 2,6 roubos de bola em 34,5 minutos, está a ser o líder natural de um grupo órfão de treinador. Steve Kerr foi operado às costas durante o defeso e tem sido substituído por Luke Walton. “Tudo o que estamos a fazer é a seguir a sua liderança. Aproveitamos a pegada dele e estamos a conseguir ter este sucesso”, explicou o interino. Quanto a conseguir o melhor arranque de sempre da liga, Walton desvaloriza e aponta para outras prioridades: “Consigamos ou não, isso não afecta o nosso verdadeiro objectivo, de ganhar o título.”

As vitórias estão a surgir com naturalidade e Curry sublinha que a equipa está longe de ceder. “Há uma confiança tranquila que surge de pensarmos que não estamos perto de perder a curto prazo. Estamos a jogar bem... e ainda podemos melhorar”, ameaçou, considerando que não podiam pedir melhor ao começar a defesa do título com 15 triunfos consecutivos.

A última vitória, alcançada no domingo, surgiu em Denver frente aos Nuggets do treinador Mike Malone (118-105). O resultado nunca esteve em risco e antes do jogo Malone reconheceu que a sua equipa estava para os Warriors como os Washington Generals estão para os Harlem Globetrotters. “Ninguém está aqui para nos ver. Mas não nos queixamos. Estamos a jogar contra uma grande equipa”, frisou.

O jogo entre os Warriors e os Lakers é esta madrugada às 3h30.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×