8/4/20
 
 
Hollande responsabiliza Estado Islâmico por “actos de guerra”

Hollande responsabiliza Estado Islâmico por “actos de guerra”

EPA Ana Kotowicz 14/11/2015 10:47

Presidente francês promete resposta implacável contra os autores dos atentados.

“Um acto de guerra”. François Hollande foi peremptório quando esta manhã, no Eliseu, voltou a falar aos franceses sobre os atentados terroristas que ontem à noite fizeram pelo menos 127 mortos em Paris. Responsabilizou o Estado Islâmico pelos ataques e prometeu uma resposta implacável.

"O que aconteceu ontem em Paris e Saint Denis foi um acto de guerra e o país tem de tomar as decisões certas para combater esta guerra. Este atentado cometido pelo exército terrorista Estado Islâmico é contra quem somos, contra um país livre que fala para o mundo inteiro.”

O presidente francês afirmou que os atentados foram preparados e planeados fora de França e que a investigação em curso tudo fará para descobrir os envolvidos. E deixou claro que a França irá responder a este acto de guerra, embora pedindo aos franceses que mantenham a cabeça fria.

“É um acto de barbárie absoluto. A França será implacável na sua resposta ao Estado Islâmico. Neste momento doloroso e grave, e que é um momento decisivo para o nosso país, peço-vos unidade, peço-vos que mantenham um espírito colectivo e a cabeça fria”, disse Hollande, anunciando que segunda-feira irá estar no parlamento.

“França é forte, e mesmo ferida, erguer-se-á novamente. Mesmo estando nós de luto, nada irá destrui-la. França é forte, valente e vai derrotar esta barbárie”, disse Hollande, frisando que a história relembra exactamente isso. O presidente francês terminou o discurso no Eliseu com a seguinte frase: “Meus compatriotas , o que defendemos é a nossa pátria e muito mais do que isso, são os nossos próprios valores da humanidade e a França irá assumir as suas responsabilidades.”​

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×