17/11/18
 
 
Comunidades: "Nantes não desiste" apela a um "boicote a Portugal" até que Governo "queira dialogar"

Comunidades: "Nantes não desiste" apela a um "boicote a Portugal" até que Governo "queira dialogar"

21/12/2011 09:10

Nantes, 21 dez (Lusa) -- O movimento "Nantes não desiste", criado em protesto contra o anúncio do encerramento do vice-consulado na cidade, está a apelar aos 50 mil portugueses que ali vivem para

Nantes, 21 dez (Lusa) -- O movimento "Nantes não desiste", criado em protesto contra o anúncio do encerramento do vice-consulado na cidade, está a apelar aos 50 mil portugueses que ali vivem para que façam um "boicote" a Portugal até que "o Governo queira dialogar".

Em novembro, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, disse no Parlamento que as cidades francesas de Nantes, Clermont-Ferrand e Lille iam perder os seus vice-consulados. O movimento "Nantes não desiste", criado em reação à notícia, acha que os protestos de rua não têm a força que é preciso para que o Governo dê um passo atrás e apelam a medidas mais duras.

Manuel Ferreira, a falar à agência Lusa pelos 12 grupos que compõem o Coletivo das Associações Portuguesas do oeste de França, e que integram este movimento de protesto, acusou o Governo de falta de diálogo e garantiu que a contestação vai subir de tom até que a postura do executivo mude. "Estou aqui desde os anos de 1970. Nunca vi esta atitude senão antes do 25 de abril. Não quero comparar este Governo ao de Salazar, mas, em termos de diálogo, penso que estamos exatamente na mesma situação", afirmou.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×