13/11/19
 
 
Juros exigidos pelos investidores para transacionar dívida portuguesa sobem nos prazos mais longos

Juros exigidos pelos investidores para transacionar dívida portuguesa sobem nos prazos mais longos

22/10/2012 12:08

Os juros da dívida soberana de Portugal estão hoje a descer a dois anos, sobem a cinco e dez anos e seguem pressionados em Espanha e Itália em todas as maturidades. Cerca das 09:30, os juros da dívida soberana portuguesa a cinco e dez anos estavam a subir situando-se nos 5.441% e nos 7.562%, respetivamente, quando na sexta-feira se negociavam nos 5,418% e 7.558% nestes prazos. Contudo, a dois anos os juros no mercado secundário aliviavam dos 4,226% de sexta-feira para 4,203%. Depois da Cimeira Europeia onde foram dados alguns passos em direção à supervisão unificada do setor bancário, mas que em "nada avançou" em termos práticos face aos problemas da dívida soberana que enfrentam a Espanha e a Itália, os investidores redirecionaram a sua atenção. Assim, de acordo com analistas do Banco Português de Investimento (BPI), os mercados estão agora mais focados na evolução da economia mundial e nos resultados das empresas. Por sua vez, os juros de Espanha seguiam a transacionar-se no mercado secundário em alta em todos os prazos, bem como na Itália. Já na Grécia caíam dos 16,446% de sexta-feira para os 16,355% de hoje. *Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×