28/2/20
 
 
Portugal regressa ao mercado e espera colocar até 1.250 milhões de euros
No mais recente leilão a 11 meses, o IGCP emitiu 750 milhões de euros a uma taxa de 0,021%

Portugal regressa ao mercado e espera colocar até 1.250 milhões de euros

No mais recente leilão a 11 meses, o IGCP emitiu 750 milhões de euros a uma taxa de 0,021% Shutterstock Jornal i 21/10/2015 08:53

O IGCP espera arrecadar até 3.750 milhões de euros em Bilhetes de Tesouro até ao final do ano.

Portugal regressa esta quarta-feira ao mercado para emitir até 1.250 milhões de euros, através de dois leilões de Bilhetes de Tesouro a três e a 11 meses, segundo a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

Os dois leilões têm um montante indicativo global entre 1.000 e 1.250 milhões de euros, maturidades a 22 de Janeiro e a 23 de Setembro de 2016 e representam a primeira ida ao mercado para financiamento de curto prazo deste último trimestre do ano.

A instituição liderada por Cristina Casalinho espera arrecadar até 3.750 milhões de euros em Bilhetes de Tesouro até ao final do ano, emitindo entre 1.000 e 1.250 milhões de euros uma vez por mês.

No último leilão a três meses, que ocorreu a 19 de Agosto, Portugal colocou 400 milhões de euros a uma taxa de juro negativa (-0,013%), abaixo da taxa positiva de 0,044% registada no anterior leilão comparável, que se realizou em Junho.

No mais recente leilão a 11 meses, que decorreu na mesma data, o IGCP emitiu 750 milhões de euros a uma taxa de 0,021%, abaixo da taxa registada no leilão comparável anterior, de 0,159%, que também se realizou em Junho.

Lusa

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×