18/9/20
 
 
Costa diz que “estão criadas condições” para PS formar governo

Costa diz que “estão criadas condições” para PS formar governo

Miguel A. Lopes/Lusa Rita Tavares 20/10/2015 16:46

António Costa disse a Presidente da República para não perder tempo, uma vez que tem garantido “suporte majoritário na Assembleia da República” para um governo do PS.

O líder do PS foi a Belém dizer ao Presidente da República que, na sequência das reuniões mantidas com o PCP e BE, está em condições de formar um governo com “suporte maioritário na Assembleia da República que assegure estabilidade para o conjunto da legislatura”.

António Costa entrou para a reunião sem qualquer indicação pública de que pudessem estar fechadas as negociações que tem mantido à esquerda, mas a Cavaco Silva deixou a garantia: “Julgamos  que estão criadas as condições para que o PS possa formar um governo que disponha de apoio majoritário na Assembleia da República, criando condições de estabilidade”. A formulação foi repetida por várias vezes e, já no final e perante a insistência dos jornalistas, mostrou que a solução vai além da simples viabilização de um executivo PS pelo PC e BE, falando mesmo num solução para “o conjunto da legislatura”.

“O que dissemos ao Presidente da República é que, em face dos contactos com as outras forças políticas, o PS tem condições para assegurar a possibilidade de um governo alternativo com suporte maioritário na Assembleia da República que assegure estabilidade para o conjunto da legislatura”. Em contra-ponto, nas suas declarações, António Costa coloca sempre o PSD e o CDS que, frisa, “não encontraram uma solução majoritária no actual quadro parlamentar”.

Por isso, Costa pediu ao Presidente que não perca tempo. “Tivemos a oportunidade de chamar a atenção que julgamos que é do interesse nacional não prolongar no tempo esta situação de indefinição e agravar situações de incerteza através de soluções que antecipadamente sabemos que não têm viabilidade para terem apoio parlamentar maioritário”. Costa rematou: “Pelo contrário, temos d ganhar tempo”.

O líder socialista foi à reunião acompanhado do presidente do partido, Carlos César, bem como de Maria da Luz Rosinha e Eduardo Ferro Rodrigues. Para quinta-feira à noite, o PS tem marcada uma reunião da Comissão Política Nacional do partido, à qual o líder terá de levar, para aprovação deste órgão, a solução que saiu das reuniões à esquerda. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×