27/09/2022
 
 
Diz-me como bebes o café. Digo-te quem és!
Quem gosta de alimentos amargos tem mais propensão para o sadismo

Diz-me como bebes o café. Digo-te quem és!

Quem gosta de alimentos amargos tem mais propensão para o sadismo Shutterstock Jornal i 16/10/2015 15:34

Será que Norman Bates ("Psycho") punha açucar no café?

O gosto por alimentos amargos ou doces diz muito da personalidade de cada um, conclui um estudo do Instituto de Psicologia da Universidade de Innsbruck, na Áustria.

Publicada pela revista “Appetite”, esta pesquisa prova que quem gosta de sabores amargos são mais malévolas e sádicas. Por sua vez, quem prefere os doces, é mais simpático.

Para chegarem a esta conclusão, dois docentes analisaram as preferências alimentares de cerca de mil pessoas, metade homens, metade mulheres, com uma idade média de 35 anos.

Mostraram-lhes uma lista com o mesmo número de alimentos doces, salgados, azedos e amargos, na qual estavam o café sem açúcar, água tónica, vinagre, limão, e doces como rebuçados de caramelo e torta de chocolate.

Depois, os participantes tiveram de avaliar o quanto gostavam de cada alimento. Para isso, basearam-se numa escala de 0 a seis. No fim, tiveram de responder a perguntas relacionadas com a personalidade. Além disso, fizeram uma Avaliação Compreensiva de Tendência Sádica.

Christina Sagioglou, uma das pesquisadoras, afirmou que "para as pessoas com traços sádicos, comer alimentos amargos pode ser comparado com uma montanha russa, por provocar emoções que induzem ao medo.

A estudiosa acrescentou ainda que a maioria das pessoas não gostam tanto de alimentos amargos, por motivos de sobrevivência inconsciente. Até porque na natureza, as plantas amargas são, por norma, venenosas.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline