24/9/18
 
 
Marine Le Pen recusa ir a tribunal e acusa juízes franceses
Este problema legal surge semanas antes das eleições regionais de Dezembro

Marine Le Pen recusa ir a tribunal e acusa juízes franceses

Este problema legal surge semanas antes das eleições regionais de Dezembro Michael Spingler/AP Jornal i 14/10/2015 17:02

  A líder do partido de extrema-direita francês acusa os juízes de não serem imparciais.

A líder do partido de extrema-direita francês Frente Nacional, Marine Le Pen, recusou-se a aparecer no tribunal, para responder a acusações sobre as finanças do partido, por considerar que os juízes não estão a ser imparciais.

De acordo com a agência de notícias francesa AFP, Marine Le Pen foi convocada para comparecer perante os juízes na terça-feira para responder a acusações sobre uma conspiração no partido durante as eleições parlamentares de 2012, mas não compareceu porque o seu partido apresentou uma queixa há dias contra os juízes, acusando-os de falta de imparcialidade.

Este problema legal surge semanas antes das eleições regionais de Dezembro, a última ida às urnas antes das presidenciais de 2017, e antecede a ida a tribunal na próxima terça-feira, num caso relacionado com o alegado incitamento ao ódio racial em 2010, quando comparou os muçulmanos a rezar com a ocupação nazi em França.

No mês passado, a Frente Nacional foi acusada de cumplicidade na fraude com mais sete acusados, incluindo o tesoureiro do partido.

Em causa estaria o valor que o partido pediu ao Estado pelos materiais de campanha usados nas eleições de 2012, um valor que é primeiro gasto pelo partido, mas que depois é reembolsado pelos cofres públicos.

Lusa

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×