10/8/20
 
 
Malparado volta a bater recordes e ultrapassa os 19 mil milhões
Em Julho, o crédito malparado das famílias e das empresas representava 18.829 milhões de euros

Malparado volta a bater recordes e ultrapassa os 19 mil milhões

Em Julho, o crédito malparado das famílias e das empresas representava 18.829 milhões de euros jornal i 13/10/2015 13:12

Dos empréstimos a particulares, 99.517 milhões de euros correspondiam a créditos à habitação, dos quais 2,56%, ou seja, 2.554 milhões eram de cobrança duvidosa.

 

 

O crédito malparado das famílias e das empresas subiu em Agosto, ultrapassando a barreira dos 19 mil milhões de euros. Este valor representa mais um novo recorde e pesa mais de 9% do total dos empréstimos concedidos, segundo os dados divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

Em Agosto o total de empréstimos concedidos pela banca tanto às famílias como às empresas ascendia a 205.485 milhões de euros, dos quais 19.098 milhões de euros são considerados crédito de cobrança duvidosa, o equivalente a 9,29% do total dos empréstimos.

Em Julho, o crédito malparado das famílias e das empresas representava 18.829 milhões de euros, o que corresponde a 9,15% do total de 205.722 milhões de euros em empréstimos concedidos pela banca a particulares.

Considerando apenas os créditos atribuídos às famílias, estes totalizaram 121.145 milhões de euros em Agosto, dos quais 5.362 milhões de euros (4,42%) correspondem a crédito malparado.

O BdP registou em Agosto uma ligeira diminuição do crédito de cobrança duvidosa nas famílias, uma vez que o montante total em Julho totalizava 5.386 milhões de euros, o que representava 4,434% do total concedido.

Dos empréstimos a particulares, 99.517 milhões de euros correspondiam a créditos à habitação, dos quais 2,56%, ou seja, 2.554 milhões eram de cobrança duvidosa, representando um ligeiro aumento face a Julho. Nesse mês, os créditos malparados à habitação representavam 2.543 milhões de euros e 2,54% do total concedido pela banca a particulares.

O montante emprestado pela banca para consumo das famílias atingiu 11.946 milhões de euros no final de Agosto, dos quais 10,63%, ou seja, 1.271 milhões de euros correspondiam a crédito malparado, o que revela uma ligeira diminuição face ao mês anterior. Em Julho, o malparado no crédito ao consumo representava 10,85% do total concedido, ou seja, 1.292 milhões de euros.

Já no caso das empresas, no final de Agosto, os empréstimos concedidos atingiram os 84.340 milhões de euros, um montante inferior ao registado em Julho, quando estes créditos somaram os 84.577 milhões de euros.

O crédito de cobrança duvidosa das empresas passou dos 13.467 milhões de euros em Julho para os 13.736 milhões em Agosto, o que demonstra um aumento de 2%.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×