19/01/2022
 
 
Pousada de Faro encerrada por tempo indeterminado devido a incêndio

Pousada de Faro encerrada por tempo indeterminado devido a incêndio

Shutterstock Jornal i 03/10/2015 19:03

Fogo obrigou a evacuar o edifício, onde estavam alojadas 20 pessoas.

A pousada de Faro vai permanecer encerrada por tempo indeterminado até à sua recuperação, depois de na sexta-feira ter ficado parcialmente destruída por um incêndio, disse o diretor do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) do Algarve.

Luís Romão disse à Lusa que o incêndio “terá sido provocado por um jovem francês, que estaria a fazer comida no quarto e terá usado algum tipo de combustível do qual perdeu o controlo”, e que o incidente obrigou a realojar cerca de 20 pessoas.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro disse à Lusa que o incêndio “ficou restringido a um quarto”, mas foi necessário evacuar o edifício, desalojando na ocasião cerca de uma dezena de pessoas que se encontravam na unidade de alojamento.

No local, a prestar socorro, estiveram sete veículos dos bombeiros de Faro e Loulé e um total de 18 operacionais, incluindo elementos da PSP, acrescentou a fonte do CDOS.

O director do IPDJ de Faro frisou que, além do quarto afectado pelo fogo, “que ficou destruído”, verificaram-se também “danos provocados pela água e nas portas de outras camaratas, uma vez que os bombeiros tiveram que forçar a entrada nos restantes quartos” para afastar a hipótese de haver também fogo nessas divisões.

Luís Romão sublinhou que a pousada é explorada pela Movijovem e já está a ser realizada uma avaliação dos estragos para se proceder à recuperação do edifício e se reabrir a pousada “o mais rapidamente possível”.

A mesma fonte acrescentou que há também companhias de seguro envolvidas, mas manifestou-se convicto de que “não demorará muito tempo” a executar os trabalhos para reabrir a pousada, embora sem adiantar uma data para o efeito.

Ainda durante a noite de sexta-feira, e com a ajuda da Câmara de Faro, foi possível realojar em 'hostels' de Faro e Tavira as cerca de 20 pessoas que se encontravam na pousada quando se o incêndio ocorreu, referiu ainda Luís Romão.

A Polícia Judiciária está agora a investigar as circunstâncias em que o fogo se deu, disse ainda o diretor do IPDJ.

A pousada funciona no edifício da delegação regional do Instituto Português do Desporto e da Juventude do Algarve, numa zona central da cidade de Faro.

Lusa

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline