24/9/18
 
 
Jorge Sampaio reclama plano de apoio internacional para estudantes universitários sírios
Segundo Jorge Sampaio, o balanço do programa da plataforma é “muito bom”

Jorge Sampaio reclama plano de apoio internacional para estudantes universitários sírios

Segundo Jorge Sampaio, o balanço do programa da plataforma é “muito bom” Jornal i 27/09/2015 18:52

Sampaio discursou perante os 33 estudantes que chegaram pouco antes a Portugal vindos do Líbano.

O presidente da Plataforma Global de Apoio Académico aos Estudantes Sírios (APGES), que este domingo recebeu 40 bolseiros da Síria, reclamou uma agenda humanitária de apoio internacional para o ensino universitário daqueles refugiados.

O antigo Alto Representante das Nações Unidas para Aliança das Civilizações, que falava na recepção aos novos estudantes sírios que chegaram hoje a Portugal naquele que é o terceiro grupo bolseiros de estudo de emergência, revelou que na próxima semana irá reunir-se em Nova Iorque com responsáveis de outros países para discutir o auxílio humanitário de estudantes.

“É preciso discutir a sério o auxílio humanitário de emergência para estudantes porque se nós tivéssemos agido no mundo para cuidar daqueles que tiverem de interromper os seus estudos, e são milhares, já havia muito mais gente preparada para quando a paz vier”, disse Jorge Sampaio.

O antigo Presidente da República discursou perante os 33 estudantes que chegaram pouco antes a Portugal vindos do Líbano, aos quais se juntaram sete que já se encontram a estudar, dando-lhes as boas vindas e apelando que estes se “sintam em casa” enquanto estão a “construir o futuro académico”.

Segundo Jorge Sampaio, o balanço do programa da plataforma é “muito bom”, lembrando que em 15 dias, em Novembro de 2013, houve 2.500 estudantes que inscreveram os seus currículos, tendo sido seleccionados primeiro 63, enquanto 37 foram para outros países, tendo chegado aos actuais 40.

Lusa

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×