17/11/18
 
 
Casamento gay. Papa critica na ONU imposição de “modelos de vida anormais”
Papa condenou “a colonização ideológica” que impõe “aos povos modelos de vida anormais e irresponsáveis"

Casamento gay. Papa critica na ONU imposição de “modelos de vida anormais”

Papa condenou “a colonização ideológica” que impõe “aos povos modelos de vida anormais e irresponsáveis" EDUARDO MUNOZ/EPA Jornal i 25/09/2015 18:50

Francisco pediu “uma lei moral inscrita na própria natureza humana, que inclui a distinção natural entre homem e mulher”.

O papa condenou esta sexta-feira na ONU “a colonização ideológica” que impõe “aos povos modelos de vida anormais e irresponsáveis”, numa referência implícita à teoria dos géneros e ao casamento homossexual.

“Algumas pessoas procuram promover uma colonização ideológica através da imposição de modelos e estilos de vida anormais, estranhos à identidade dos povos e, em última instância, irresponsáveis”, sustentou.

Na sua primeira visita aos Estados Unidos, Francisco pediu às Nações Unidas para reconhecerem “uma lei moral inscrita na própria natureza humana, que inclui a distinção natural entre homem e mulher e o absoluto respeito pela vida em todas as suas fases e dimensões”.

Estas afirmações do papa argentino sobre um tema muito sensível, que divide na ONU os países ocidentais e os países do sul, poderão ter um particular eco nos encontros mundiais de famílias católicas que Francisco vai encerrar no sábado e no domingo em Filadélfia.

Lusa

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×