18/11/18
 
 
Real Madrid “sem” Ronaldo
Um erro do guarda-redes e pimba, Benzema não perdoa

Real Madrid “sem” Ronaldo

Um erro do guarda-redes e pimba, Benzema não perdoa Alvaro Barrientos/AP Jorge Garcia 24/09/2015 13:55

O Real passou um mau bocado no País Basco, mas a liderança na liga foi a luz ao fundo do túnel para o 2-1 final.

No outro jogo importante do dia, o Athletic-Real, todos esperavam que Ronaldo pudesse entrar na história, tornando-se no melhor marcador de sempre do Real Madrid. Esqueça lá isso, não seria a noite do português, mas sim de Benzema. Num jogo muito disputado, os guarda-redes foram quem mais brilhou.

Do lado negro esteve San José Mikel, do Athletic, que aos 19 minutos calculou mal um atraso, oferecendo o 1-0 a Benzema. E as oportunidades desperdiçadas de lado a lado, que o diga Kovacic, que viu Gorka negar-lhe dois golos certos ainda antes do intervalo. Navas também ia mantendo a baliza inviolável, algo que se registava desde o início da época.

Na segunda parte bastou um salto de peixe de Sabin, aos 68’, para deitar tudo a perder. O Athletic empatava o jogo, e Navas ficava a apenas cinco minutos de igualar o melhor registo de um guarda-redes do Real Madrid, de Miguel Ángel  em 1975, no arranque de uma temporada. Ainda assim, contando com todas as provas, o recorde já era seu. O susto do Real Madrid nem dois minutos durou, depois de Isco assistir Benzema no centro da área, aos 70’, para o 2-1 final, segurado a muito custo.

Com estas duas vitórias, uma mais folgada do Celta, e outra bem suada do Real, as duas equipas tomavam de assalto a liderança do campeonato, roubando o trono ao Barcelona.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×