12/8/20
 
 
Pordata. A base de dados é aplaudida de pé no seu quinto aniversário
A Pordata tem cinco anos

Pordata. A base de dados é aplaudida de pé no seu quinto aniversário

A Pordata tem cinco anos Margarida Vaqueiro Lopes 22/09/2015 15:18

Cinco anos de Pordata são celebrados com casa cheia, em Lisboa.

Alexandre Soares dos Santos, presidente do Conselho de Curadores da Fundação Francisco Manuel dos Santos foi incisivo: a Pordata "é a prova de que sector público e privado podem funcionar muitíssimo bem em conjunto", aproveitando para agradever a disponibilidade e empenho do Instituto Nacional de Estatística em colaborar com a Pordata.

A base de dados do Portugal contemporâneo celebra este ano o seu quinto aniversário num evento que tem lugar no Teatro Nacional D. Maria II, que se encheu para aplaudir o trabalho da Pordata mas também para ouvir Hans Rosling, fundador da Gapminder, que a meio da tarde vai falar aos participantes.

A Pordata conta actualmente com mais de três mil quadros distribuídos por dezassete temas principais, e está em constante actualização. Para Soares dos Santos, só através desta actualiação constante, sÓ através da incessante busca por respostas, é possível ter um país melhor. "A verdadeira liberdade não existe sem a consciência, pelo que a informação deve preceder a opinião”, referiu Soares dos Santos na abertura da cerimónia. “Acreditamos que mais e melhor informação” permite melhores escolhas. Se o conhecimento não p.ode ter limites, também o auto-conhecimento do país não o tem", lembrou.

E recordou também António Barreto, primeiro presidente da Fundação Francisco Manuel dos Santos, a quem agradeceu a ideia de criar a Pordata, hoje em dia uma das mais usadas bases de dados do país, e já premiada pelas Nações Unidas pela qualidade e inovação. Para Maria João Valente Rosa, Barreto é o "pai da Pordata", que ela própria lidera e que conduziu durante estes cinco anos.

"Com apenas cinco anos de idade, a Pordata é ainda uma pequena criança, mas apesar de muito nova tem inúmeras histórias para contar e já permitiu que outros contassem histórias através dela. Não é fruto de um acaso, mas das circunstâncias", sublinhou a demógrafa, também durante a cerimónia de abertura, que antecedeu a palestra de Rosling.

Durante a tarde, a Fundação Francisco Manuel dos Santos vai ainda apresentar ao público a Pordata Kids, uma base de dads que arruma os dados da Pordata de forma a que os mais pequenos se interessem, os entendam e que procurem saber mais sobre o país.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×