3/12/20
 
 
Ensino Superior. Mais de 42 mil alunos colocados na primeira fase
Resultados foram divulgados à meia-noite

Ensino Superior. Mais de 42 mil alunos colocados na primeira fase

Resultados foram divulgados à meia-noite Manuel Vicente Jornal i 06/09/2015 00:11

Número representa um aumento de colocações em 11% face ao ano anterior. Apenas metade entraram na primeira opção. Disponíveis 8.714 vagas para a segunda fase, cujo concurso decorre entre os dias 7 e 18 de setembro.

Dos mais de 48 mil candidatos a uma vaga nas universidades e politécnicos públicos cerca de 42 mil conseguiram um lugar, mas apenas metade conseguiu entrar no curso a que concorreu em 1.ª opção. Os resultados da 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior foram divulgados à meia-noite pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) e estão disponíveis aqui.

De acordo com os dados, 42.068 estudantes conseguiram nesta fase um lugar no ensino superior público, o que representa 87,1% dos 48.271 candidatos e um aumento percentual de 11,4% face a 2014 no que diz respeito a novas entradas nas universidades e politécnicos nesta fase de acesso.

Com mais 5.851 candidatos a concorrer este ano à 1.ª fase relativamente a 2014 e com menos 265 vagas disponíveis nas instituições de ensino superior públicas, apenas metade dos candidatos (50,5%) conseguiram ficar colocados no curso da sua preferência.

Em 2014 conseguiram entrar na 1.ª opção 54,4% dos candidatos e 60% tinham-no feito em 2013. Ainda assim, a DGES sublinha que “84,4% dos estudantes agora admitidos foram colocados numa das suas três primeiras opções”.

Das 50.555 vagas levadas a concurso na 1.ª fase sobraram 8.714, que ficam agora disponíveis para a 2.ª fase, com arranque marcado para 7 de setembro.

Ainda que este ano se tenha registado um aumento significativo no número de candidatos, sobraram quase menos 4.500 vagas do que em 2014, quando 13.168 lugares ficaram por preencher na 1.ª fase.

O número de colocados desceu dois pontos percentuais em 2015 em comparação com o ano anterior, dos 89,1% para os 87,1%, ainda que em termos absolutos este ano universidades e politécnicos recebam na 1.ª fase mais 4.290 caloiros do que em 2014.

Nas universidades apenas 5,8% dos lugares ficaram por preencher, com 1.644 vagas sobrantes entre as 28.242 levadas a concurso. O total de candidatos que procuram as universidades em 1.ª opção superou em 22% a oferta, com 34.491 alunos a preferirem um curso universitário.

A 2.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior decorre entre 7 e 18 de setembro, período durante o qual é possível entregar as candidaturas no portal da DGES. Nesta fase são levadas a concurso as vagas que sobraram da 1.ª fase e aquelas em que não se concretizou a matrícula de alunos colocados.

Podem concorrer os alunos não colocados na 1.ª fase ou aqueles que, tendo sido colocados, queiram tentar uma mudança de curso ou instituição. Os resultados da 2.ª fase são divulgados a 24 de setembro.

Lusa

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×