25/8/19
 
 
O regresso ao trabalho pode ser menos doloroso. O i explica como
Bastam pequenos gestos para curar a ressaca

O regresso ao trabalho pode ser menos doloroso. O i explica como

Bastam pequenos gestos para curar a ressaca Shutterstock Marta F. Reis 01/09/2015 16:20

O regresso aos horários, às contas para pagar, às obrigações profissionais custa sempre, sobretudo se as férias deixaram boas recordações. Mas só se pode falar de depressão pós-férias se os sintomas perdurarem no tempo. Caso contrário, bastam pequenos gestos para curar a ressaca.

1. Expectativas realistas

Um estudo publicado em 2010 por Jeroen Nawijn, investigador na Universidade de Ciências Aplicadas em Breda, na Holanda, concluiu que é na fase de projecção das férias que mais aumenta a sensação de felicidade. Não vale por isso a pena idealizar demais: a queda durante e depois só será maior.

2. Q.b.

Não goze todos os dias de férias no mesmo período. Por um lado, vai sentir-se menos desolado quando chega ao fim de cada bloco de férias. Por outro, há indícios de que pequenos períodos de férias são mais retemperantes. Esta é uma das conclusões de Jessica de Bloom, investigadora em Tampere, na Finlândia.

3. O desmame

Guarde um dia ou dois entre o regressar a casa e o voltar ao trabalho, para ter tempo para arrumar as malas, pôr a roupa a lavar e vegetar um pouco no sofá. 

4. Controle as suas despesas

Chegar ao fim das férias na bancarrota pode piorar o seu estado de espírito. Não vamos alinhar na cartilha do “evite viver acima das suas possibilidades”, mas ter noção de quanto gastou ajuda a estar preparado para o encontro imediato com o saldo bancário.

5. Modere o consumo de álcool

Além de as ressacas não facilitarem propriamente o sentir--se fresco para retomar o dia-a-dia, o álcool aumenta a sensação de irritabilidade. Aposte antes em dormir boas noites de sono.

6. Calma com a dieta

É normal olhar menos às calorias durante as férias. Se voltar ao ginásio pode ser uma boa ideia, sobretudo porque tem três meses para se preparar para os deslizes do Natal, não comece de imediato uma dieta muito rígida. Pode provocar alterações de humor e acentuar um estado de espírito mais irritável.

7. Invista em qualidade de vida

Torne o regresso o mais interessante possível: diversifique interesses ou, simplesmente, vá ao cinema. Não entre logo na rotina casa-trabalho.

8. “Mudaste”

Aproveite o regresso para alterar aspectos que o incomodam no trabalho, da duração das reuniões ao tamanho dos emails. Se for um workaólico, pode também tentar contrariar essa vertente.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×