16/9/19
 
 
Ilha do Pico – Vida em fotografia

Ilha do Pico – Vida em fotografia

31/08/2015 14:54

Durante o mês de Agosto foram 31 fotos da vida quotidiana em torno da mais alta montanha de Portugal, um paraíso para todos os amantes da natureza, a Ilha do Pico, plena de tradição...Terra de grande tradição baleeira, prima pelas variadas peças artesanais em osso e dente de baleia, bem como outras peças de excelência e tradição, que demonstram o encanto destas paragens.  

A segunda maior Ilha do maravilhoso Arquipélago dos Açores, a Ilha do Pico, é uma joia natural, desenvolvendo-se em redor do ponto mais alto do território Português, o pico do Pico, situado a 2351 metros de altitude, conhecido por Piquinho. 
 

Desde os primeiros tempos, o Pico tornou-se num importante polo comercial, dada a facilidade de comunicação portuária com a Ilha do Faial, e com a crescente importância agrícola, nomeadamente no cultivo de trigo, criação de pomares e na importante vinha, que alterou a paisagem e a cultura ocidental da Ilha, classificada desde 2004 Património da Humanidade pela UNESCO. 

Outra das principais actividades da Ilha está patente no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, sendo exactamente a caça da Baleia, muito desenvolvida e influenciada pela presença Norte Americana na Ilha, desde finais do século XVIII, e hoje em dia transformada em aprazíveis viagens de observação destes e outros cetáceos, em momentos inesquecíveis.


As Crónicas da Atlântida

Um projecto em que o fotojornalista António Luís Campos documenta fotograficamente o dia-a-vida das nove ilhas dos Açores - começam aqui, agora. Durante nove meses serpentearão por todas as ilhas do arquipélago, da maior para a mais pequena, em ventos que sopram de Leste para Oeste.

Acompanhe esta viagem fotográfica em www.ionline.pt/atlantida

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×