24/3/17
 
 
Troca de livros e mercado em segunda mão
O Movimento pela Reutilização dos Livros Escolares já conta com bancos de partilha distribuídos pelos 19 distritos do Continente e Açores

Troca de livros e mercado em segunda mão

O Movimento pela Reutilização dos Livros Escolares já conta com bancos de partilha distribuídos pelos 19 distritos do Continente e Açores Shutterstock Sónia Peres Pinto 31/08/2015 12:14

Para fazer face à crise financeira foram criados uma série de movimentos que promovem a reutilização dos manuais.

A troca de livros está na moda e ganhou um novo fôlego na internet. Para fazer face à crise financeira foram criados uma série de movimentos que promovem a reutilização dos manuais. A fórmula é simples: oferecem livros escolares por todo o país a custo zero.

O Movimento pela Reutilização dos Livros Escolares – iniciativa informal de cidadãos que promove a criação e divulgação de bancos de recolha e troca gratuita de livros escolares em todo o país – é um desses exemplos e já conta com bancos de partilha distribuídos pelos 19 distritos do Continente e Açores, faltando apenas a Madeira.

Como funciona? Quem estiver disposto a doar os manuais só tem de se deslocar ao banco mais próximo e depositá-los. Já aqueles que precisam de recorrer à reutilização e querem dar-lhes uma segunda vida devem ir a um desses bancos verificar se os manuais de que necessitam estão disponíveis, sem qualquer custo associado.

O mercado em segunda mão também está a ganhar relevo. Por exemplo, o portal de classificados OLX apresenta várias referências na categoria de livros escolares. Isto significa que os portugueses estão a mudar os seus hábitos de consumo e que recorrem cada vez mais a outras alternativas – como os bancos de trocas ou o OLX – com vista a baixar a fatia do orçamento familiar que está reservada ao regresso às aulas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×