16/7/19
 
 
Vítor Rainho 31/08/2015
Vítor Rainho

vitor.rainho@newsplex.pt

As eleições trazem muitas notícias...

Com o aproximar das eleições de 4 de Outubro, os partidos começam a jogar forte e a utilizar todos os meios de que dispõem para atingirem os adversários. Daqui para a frente, não faltarão histórias incriminando este ou aquele do partido A ou B, tudo sob o manto do anonimato. Se os jornalistas devem estar sempre atentos às informações que lhes chegam às mãos, investigando a veracidade das mesmas, em período eleitoral a “vigilância” deve ser redobrada. 

Por muito que a justiça seja independente e não tenha figuras do topo a protegerem amigos políticos, a verdade é que as sociedades secretas como a maçonaria ou a Opus Dei têm ilustres figuras das mais variadas profissões que jogam os seus trunfos nas épocas de campanha eleitoral. 

Ao longo dos anos habituei-me a ver, nesses períodos, chegarem às redacções por onde passei documentos ou pistas incriminatórias para determinadas figuras. Em muitos dos casos, as informações provaram ser completamente descabidas, e noutros eram verdadeiras, mas absolutamente inócuas. Complicado? Explico de uma forma mais simples. Se alguém apresentar uma queixa na esquadra contra o fulano X, que pode ser de qualquer quadrante político, o Ministério Público poderá abrir um inquérito para saber da seriedade dessa queixa. Se os jornais forem na cantiga do bandido, podem noticiar que o Ministério Público está a investigar o fulano X. A notícia não é falsa, mas pode não ter qualquer ligação à realidade. Alguém malformado quer incriminar um adversário e joga sujo. Vi algumas histórias destas nos últimos 20 anos. Nunca as publicámos, independentemente da cor política do acusado, sem uma investigação profunda e sem saber se a queixa fazia ou não algum sentido.

Daqui até 4 de Outubro não faltarão notícias “postadas” em facebooks e fornecidas aos meios de comunicação social apenas com o objectivo de “deixar na lama” um adversário político. Afinal, as diferentes seitas defendem os seus interesses e não olham a meios para atingirem os seus fins. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×