22/9/18
 
 
Dinamarca investiga fraude fiscal de 800 milhões de euros
Empresas em questão têm sede no estrangeiro

Dinamarca investiga fraude fiscal de 800 milhões de euros

Empresas em questão têm sede no estrangeiro Shutterstock Jornal i 26/08/2015 23:33

Autoridades estão a investigar ganhos obtidos por empresas no mercado de acções dinamarquês, incluindo dividendos.

O Tesouro público da Dinamarca anunciou esta quarta-feira que pediu uma investigação ao que poderá ser a maior fraude fiscal da história do país, no valor de 800 milhões de euros.

“Houve suspeitas depois de termos recebido informações de autoridades de um outro país. A nossa investigação interna fortaleceu as suspeitas e encaminhámos o assunto para a polícia”, disse o director do Tesouro dinamarquês, Jesper Ronnow Simonsen.

As autoridades estão a investigar ganhos obtidos por empresas no mercado de acções dinamarquês, incluindo dividendos.

Aqueles são normalmente taxados a 27%, mas tratados fiscais assinados entre a Dinamarca e outros países permitem aos beneficiários receber o reembolso da totalidade do imposto se também existirem em outros países.

Segundo o director do Tesouro, a investigação interna indica que “uma vasta rede de empresas com sede no estrangeiro pediu, aparentemente, a restituição do imposto sobre dividendos fictícios, com base em documentos falsos”.

O caso está a ser investigado pela secção de repressão de criminalidade financeira internacional da polícia dinamarquesa, que já o considerou como uma prioridade.

As autoridades não avançam informações sobre as empresas potencialmente envolvidas.

Lusa

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×