23/10/20
 
 
“Sócrates diz cobras e lagartos de António Costa a quem o visita”
Secretário-geral do PS não voltará a visitar Sócrates até dia 4 de Outubro

“Sócrates diz cobras e lagartos de António Costa a quem o visita”

Secretário-geral do PS não voltará a visitar Sócrates até dia 4 de Outubro ESTELA SILVA/Lusa Luís Claro 24/08/2015 09:25

Marques Mendes revela que Sócrates critica o líder do PS. Socialistas mais próximos não revelam conversas privadas.

José Sócrates diz “cobras e lagartos” do secretário-geral do PS a quem o visita. A garantia foi dada por Marques Mendes, no seu comentário na SIC. “É preciso que os portugueses saibam que as relações entre António Costa e José Sócrates são péssimas, péssimas, as relações pessoais”, disse o comentador. E mais:“Basta falar com algumas pessoas que visitam José Sócrates para saber que ele diz cobras e lagartos de António Costa.”

O i contactou alguns socialistas mais próximos do ex-PM, que o visitaram várias vezes na cadeia de Évora, mas ninguém quer falar sobre o assunto com a justificação de que não se revelam “conversas privadas”.

Sócrates estará descontente com a forma como o secretário--geral do PS tem gerido este caso. António Costa nunca alimentou a suspeita lançada pelo ex-primeiro-ministro de que este processo tem “contornos políticos” e visa “impedir a vitória do PS”. Na entrevista ao “Sol” neste fim--de-semana, o secretário-geral do PS deixou claro que não tenciona visitar Sócrates em casa, no caso de o ex-PM sair da prisão, porque não terá “tempo para o fazer”. No início do mês, em entrevista ao i, Costa já tinha dito não ter a intenção de voltar a visitá-lo. “Não tem a ver com a política. É um assunto simplesmente doloroso e não tenciono fazer essa visita.” O secretário-geral foi a Évora nas férias de Natal. “Só me ficaria mal se não fosse”, disse, antes de fazer a única visita a José Sócrates.

À porta da campanha eleitoral, o PSprecisa de descolar da coligação e o sentimento no partido é que quanto menos se falar no assunto melhor. Sócrates não tem ajudado e alimenta a tese de que este processo judicial tem como “verdadeira motivação condicionar as próximas eleições legislativas e impedir a vitória do PS”. 

A carta de Sócrates publicada na quarta-feira no “Jornal de Notícias” foi recebida com silêncio pelos socialistas. Ana Gomes foi das poucas a assumir que as intervenções do ex-líder prejudicam o partido. “A preocupação dele não é o PS. A preocupação dele é ele próprio”, disse ao i Ana Gomes, acrescentando que este caso “não é bom para o PS” e contamina as legislativas. José Sócrates foi detido por suspeitas de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção em Novembro de 2014. Já podia estar em casa, mas, ao contrário de Carlos Santos Silva e Armando Vara, recusou a prisão domiciliária com pulseira electrónica. Nas próximas semanas, até 9 de Setembro, a prisão preventiva do ex-primeiro-ministro vai ser reavaliada. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×