19/11/18
 
 
Jorge tem uma filha, é "normalíssimo" e ateou três fogos
Quando foi detido pela GNR disse que sofria de alcoolismo

Jorge tem uma filha, é "normalíssimo" e ateou três fogos

Quando foi detido pela GNR disse que sofria de alcoolismo Nuno Andre Ferreira/Lusa Jornal i 16/08/2015 19:55

Madeireiro de profissão, tem 48 anos e dentro da faixa etária da maioria dos incendiários referenciados pela PJ.

O suspeito de ter ateado pelo menos três fogos  na zona de Penacova é madeireiro, tem uma filha e era visto pelos vizinhos como uma pessoa "norma", conta o jornal Sol.

Este ano, foram já identificados 65 incendiários, estando 32 presos preventivamente.

O presumível incendiário, de 48 anos - ou seja, dentro da faixa etária da maioria dos incendiários referenciados pela Polícia Judiciária, que vai dos 40 aos 60 anos -, chama-se Jorge Mendes, é madeireiro e tem uma filha de cerca de 13 anos, avança o semanário. Para quem o conhecia, aparentava ser "uma pessoa normalísssima", com problemas de álcool".

Foi isto que o próprio disse quando foi detido pela GNR, que acorreu ao local para prender o suspeito que os populares mantiveram consigo até chegarem as autoridades.

Na zona de Penacova, mais especificamente nas três freguesias atingidas pelas chamas - as uniões de freguesias de Friumes e Paradela, de São Pedro de Alva e São Paio do Mondego e de Travanca do Mondego e Oliveira do Mondego -, ninguém esperava que Jorge Mendes, que, segundo os moradores da zona, vive com a mulher em Paredes, uma pequena localidade também do concelho de Penacova, fosse capaz de atear fogo. Leia mais no jornal Sol.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×