22/9/18
 
 
Duarte Cordeiro. Mais um jovem turco em ascensão no PS

Duarte Cordeiro. Mais um jovem turco em ascensão no PS

Ana Sá Lopes 10/08/2015 11:43

Alegre escolheu Duarte Cordeiro para director de campanha quando este ainda era líder da JS.

Foi há cinco anos, num restaurante em Campo de Ourique, que Duarte Cordeiro foi apresentado a Manuel Alegre. Duarte Cordeiro estava a acabar o mandato como presidente da JS e Manuel Alegre precisava de um director de campanha para as eleições de 2011. 

Amigos de Manuel Alegre consideraram que provavelmente Duarte seria a pessoa certa para dirigir a campanha do candidato presidencial. Nesse encontro no restaurante de Campo de Ourique, Manuel Alegre gostou de Duarte Cordeiro e a partir daí defendeu-o até ao fim – mesmo quando José Sócrates o quis pôr num lugar não elegível nas listas de deputados das legislativas de 2011. 

É interessante ir repescar ao velho site da campanha de Alegre a biografia oficial de Duarte Cordeiro. Ali se lê que “Duarte Cordeiro, que termina o seu mandato à frente da Juventude Socialista em Julho de 2010, foi das primeiras vozes socialistas a apoiar publicamente a recandidatura de Manuel Alegre, tendo boas relações com o Bloco de Esquerda, com quem trabalhou activamente na campanha do referendo sobre a despenalização do aborto. A sua experiência com as gerações mais jovens é considerada uma importante mais-valia para a campanha”.

As “boas relações com o Bloco de Esquerda” eram, à época, um activo importante, porque Manuel Alegre era apoiado também pelo Bloco de Esquerda. Mas independentemente de quaisquer relações com o BE, a verdade é que Duarte Cordeiro faz parte de um grupo de “jovens turcos” que, apesar de estarem ao lado de António Costa desde o primeiro minuto, são notoriamente mais à esquerda do que o secretário-geral. Pedro Nuno Santos, líder da Federação de Aveiro e cabeça-de-lista pelo círculo, é outro dos “jovens turcos”. Todos eles moeram a cabeça a António José Seguro, a quem acusavam de não ser nem eficaz nem suficientemente à esquerda.
 
Líder da concelhia do PS/Lisboa, Cordeiro entrou nas listas para a câmara da capital. Depois da saída de Costa, Cordeiro tornou-se n.o 2 da autarquia, funções que suspende agora. 

Ascenso Luís Simões foi contemporâneo de António Costa na JS. Para compensar a demissão do seu amigo pessoal, que convidou para a secretaria de Estado da Administração Interna quando foi ministro, António Costa decidiu recorrer à nova geração – uma geração mais à esquerda, mas a quem Costa tem dado muito espaço. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×