16/11/18
 
 
Coligação PSD/CDS promete aposta no Estado Social

Coligação PSD/CDS promete aposta no Estado Social

MARIO CRUZ/Lusa Luís Claro 29/07/2015 20:31

Coligação promete que a seguir à austeridade vai reduzir a pobreza e as desigualdades.

“A próxima legislatura será obviamente social”. A frase é de Paulo Portas, na apresentação do programa da coligação PSD/CDS. Os dois partidos que estiveram no governo nos últimos quatro anos apostam no reforço do Estado Social com a apresentação de um Programa de Desenvolvimento Social.

Reduzir a pobreza, combater as desigualdades, combater a pobreza infantil e melhorar o apoio aos idosos são promessas da coligação, que se compromete em repor “o quarto e quinto escalão do abono de família” e “aprofundar o quociente familiar de 0,3 para 0,5”.

A coligação reafirma a intenção de avançar com “a reversão da redução remuneratória dos funcionários públicos em pelo menos 20% ao ano” e com a “eliminação progressiva da sobretaxa de IRS. O objectivo é que seja eliminada até ao final da legislatura.

A coligação PSD/CDS compromete-se ainda com o objectivo de nos próximos cinco anos ter metade dos jovens portugueses a frequentar o ensino superior e 40% de diplomados. Até 2017, atribuir um médico de família a todos os portugueses. Reduzir o desemprego para a média europeia e aumentar as exportações para 50% do PIB até 2020.

“Poderemos nos próximos quatro anos levar mais longe a aposta na Educação, a aposta na Saúde, a aposta no social. Nos próximos quatro anos poderemos devolver mais Estado Social, mais liberdade de escolha, afirmando uma política segura”, disse, na apresentação do programa, Pedro Passos Coelho.  

Consulte o programa PAF

Consulte o programa de Desenvolvimento Social

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×