05/03/2024
 
 
Marrocos. Detidas duas mulheres suspeitas de planearem ataque terrorista
Tinham estado em campos de treino da Al-Qaida

Marrocos. Detidas duas mulheres suspeitas de planearem ataque terrorista

Tinham estado em campos de treino da Al-Qaida Shuttertock Jornal i 24/07/2015 21:12

Duas mulheres suspeitas de pertencerem a um grupo ligado ao grupo autodenominado Estado Islâmico (EI), foram esta sexta-feira detidas em Marrocos, informou o Ministério do Interior do país.

Suspeita-se que estas duas mulheres, detidas esta sexta-feira em Tânger, pertencentes a uma rede desmantelada na terça-feira, planeavam ataques terroristas na cidade.

No comunicado divulgado esta sexta-feira, o Ministério do Interior relatou que estas duas mulheres tinham estado em campos de treino do grupo terrorista Al-Qaida, localizados no Afeganistão e no Paquistão.

Na terça-feira, o Gabinete Central de Investigação Judiciária, estrutura criada em março último, no quadro do reforço da luta antiterrorista, deteve oito pessoas, pertencentes à mesma rede que estas duas jovens, devido às suspeitas de conspiração de novos ataques, visando, em nome do autodenominado EI, atingir os oficiais de segurança.

O Gabinete Central de Investigação Judiciária revelou que estes oito membros tinham estado em contacto com líderes islâmicos que lhes tinham providenciado refúgio e “treino intensivo na produção de explosivos e guerras entre gangues”.

Marrocos, que está em alerta contra os ataques terroristas, orgulha-se da sua luta contra o extremismo islâmico através da sua unidade 'anti-jihadista' e formação de imãs para a tolerância.

Estima-se, porém, que 1.500 marroquinos pertencem ou têm por objectivo pertencer aos grupos radicas islâmicos 'jihadistas'.

Lusa

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline