21/8/19
 
 
Mãe de vice de Varoufakis levantou 200 mil euros antes do fecho dos bancos
Valavani apresentou a demissão horas antes da aprovação do pacote de austeridade

Mãe de vice de Varoufakis levantou 200 mil euros antes do fecho dos bancos

Valavani apresentou a demissão horas antes da aprovação do pacote de austeridade ALEXANDROS VLACHOS/EPA Jornal i 20/07/2015 13:51

EX-governante do Syriza envolvida em escândalo.

Menos de uma semana depois de apresentar a demissão do cargo de vice-ministra das Finanças com a justificação de que não concordava com o acordo alcançado por Alexis Tsipras com os líderes europeus em Bruxelas, Nadia Valavani, a "número dois" de Yanis Varoufakis, vê-se envolvida num escândalo político. Isto porque se tornou público que a sua mãe, de 85 anos, levantou 200 mil euros do Banco Nacional da Grécia uma semana antes do início do controlo de capitais e do encerramento dos bancos gregos, com restrições de levantamentos de 60 euros diários nos multibancos.

Valavani apresentou a sua demissão horas antes de o novo pacote de austeridade ser levado a votação no parlamento grego (a vice das Finanças foi a primeira de várias baixas num executivo dividido pelo acordo que Tsipras aceitou em Bruxelas). Disse nessa altura que votaria contra o acordo e que porta to não faria sentido continuar no governo. Esta segunda-feira surgem rumores de que a razão pode não ter sido apenas essa.

Logo na altura em que a mãe da governante levantou os 200 mil euros, que a família obteve com a venda de um hotel, Lefteris Avgenákis, um deputado conservador, tinha alertado para que um ministro ou "alguém muito próximo" tinha retirado dinheiro de um banco, antecipando o que aí viria. 

O adensar dos rumores acabou por levar Valavani a admitir que tinha sido a sua mãe a levantar 200 mil euros, garantindo, no entanto, não ter tido qualquer influência nessa decisão.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×