19/9/18
 
 
Feiticeiro de Oz. Fã oferece um milhão pelos sapatos roubados
Não se sabe quantos pares de sapatos existem, mas conhece-se o paradeiro de quatro

Feiticeiro de Oz. Fã oferece um milhão pelos sapatos roubados

Não se sabe quantos pares de sapatos existem, mas conhece-se o paradeiro de quatro Facebook Mariana Araújo 14/07/2015 15:52

Os sapatos vermelhos brilhante usados por Judy Garland, em 1939, foram roubados do seu museu em 2005.

Há um fã anónimo que oferece uma recompensa de um milhão de dólares (quase um milhão de euros) pelos sapatos utilizados pela actriz Judy Garland no filme “O Feiticeiro de Oz”, gravado em 1939.

Os sapatos vermelhos brilhante foram roubados do museu da actriz em Agosto de 2005 e, segundo o director do museu, John Kelsch, o fã faz esta oferta milionária em troca, não só dos sapatos, mas também de informação sobre quem os levou.

De acordo com Kelsch, o fã mora em Arizona, nos Estados Unidos. O director do Museu Judy Garland revelou, ainda, que o nome da actriz está escrito à mão dentro dos sapatos, o que garante a veracidade do objecto e o mérito de quem alegar tê-lo encontrado.

A polícia de Grand Rapids, no Minnesota, onde o museu se localiza, informou que o par foi roubado no dia 28 de Agosto de 2005, depois de uma pessoa ter partido o vidro do museu com um bastão de beisebol e fugir. O preço dos sapatos está estimado entre 2 e 3 milhões de dólares.

Apesar de não se saber ao certo quantos pares foram feitos para “O Feiticeiro de Oz”, quatro deles têm paradeiro conhecido.

Um deles está em exibição no Instituto Smithsonian, em Washington. O actor Leonardo DiCaprio detém outro, depois de o ter comprado em leilão em 2012, por cerca de 2 milhões de dólares, e o coleccionador de objectos de Hollywood, David Elkouby, tem o terceiro par, adquirido por 600 mil dólares, em 2000. Já o quarto par está sob tutela da Academia de Cinema de Hollywood, que o exibirá no museu a inaugurar em 2017.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×