04/06/2023
 
 
Manuela Moura Guedes ataca Estrela Serrano
“As redes sociais fazem vir ao de cima criaturas que vivem debaixo das pedras"

Manuela Moura Guedes ataca Estrela Serrano

“As redes sociais fazem vir ao de cima criaturas que vivem debaixo das pedras" Sofia Martins Santos 10/07/2015 19:13

Começou no editorial do i de Ana Sá Lopes, sobre a exposição de Laura Ferreira, sentada ao lado do marido Pedro Passos Coelho. Deu origem a uma "onda de asco na blogosfera e nas redes sociais”.

Rapidamente várias figuras públicas exprimiram também a sua opinião. Na maioria a mostrar indignação que se instalou em torno da polémica sobre Laura Ferreira.

Manuela Moura Guedes foi um dos casos. “As redes sociais fazem vir ao de cima criaturas que vivem debaixo das pedras e que se manifestam com a sensibilidade de um pedregulho, naturalmente. Fazem parte dessa turba asquerosa de que fala Ana Sá Lopes. Dessa horda anónima destacam-se, habitualmente, uns calhaus a que, as piores razões da História recente do País, deram visibilidade pública”, escreveu na sua página de Facebook.

E não se ficou por aqui. “O discurso é igualmente acéfalo e ressabiado mas é alvo de uma atenção maior porque vem de um "especialista". Ora, o caso em apreço dizia respeito a uma imagem publicada na imprensa da mulher do primeiro-ministro sentada ao lado do marido. Seria tudo normal não fosse o caso de Laura Ferreira ter a cabeça rapada. E se fosse por opção própria, também não havia nada a dizer a não ser, claro, as habituais páginas das revistas cor-de-rosa sobre o novo estilo. Mas não, cabeça rapada por causa de um cancro? Passos Coelho devia escondê-la em casa, assim ninguém daria por uma mulher com cancro ao lado do primeiro-ministro”, sublinha.  

“A professora de Comunicação Social, Estrela Serrano, e outras criaturas do mesmo agrupamento a que pertence, ao defenderem posições destas, estão ao nível das pedras com a correspondente sensibilidade de calhau e não se lhes pode pedir mais. O grave é quando esta gente é responsável pela formação de novos jornalistas!”, remata.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline