24/8/19
 
 
Grécia não paga ao FMI

Grécia não paga ao FMI

SIMELA PANTZARTZI/EPA Margarida Vaqueiro Lopes 29/06/2015 17:23

A informação foi revelada por fonte do Executivo helénico.

O Governo do Syriza não vai pagar os 1 600 milhões que deveria reembolsar ao Fundo Monetário Internacional esta terça-feira, dia 30 de Junho. A informação foi avançada por fonte governamental à agência Reuters. Recorde-se que amanhã termina o prazo do resgate financeiro da Grécia por parte dos credores internacionais - que não aprovaram a sua extensão, pedida pelo governo grego.

Termina também amanhã o prazo para o reembolso de 1 600 milhões de euros ao FMI. No início do mês de Junho, quando tinha uma tranche de 305 milhões para pagar ao FMI, o Executivo de Tsipras recorreu a um mecanismo aprovado no final dos anos 1970 para para evitar as dificuldades administrativas de múltiplos pagamentos num curto período. Esse mesmo mecanismo previa que a totalidade dos pagamentos a realizar em Junho fossem feitas no final do mês.

No entanto, o governo grego avisou esta segunda-feira que não vai proceder ao pagamento do empréstimo, algo que, aliás, já era esperado por analistas e mercados, numa altura em que a Grécia começa a acusar dificuldades de liquidez que advêm da falta de acordo com os credores e, consequentemente, da libertação da tranche de 7 200 milhões do programa de ajustamento que ainda estava em falta.

Desde Fevereiro que a Grécia e os credores tentam negociar um acordo, mas sem sucesso. No próximo domingo, dia 5 de Julho, os gregos são chamados a votar sobre se o Executivo deve ou não aceitar as propostas que os credores colocaram em cima da mesa para haver libertação do dinheiro. Entretanto, os bancos gregos mantêm-se fehados até dia 7 de Julho, e a bolsa de Atenas encerrada.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×