21/7/19
 
 
Juncker. "Nunca falharei aos gregos. Nunca"

Juncker. "Nunca falharei aos gregos. Nunca"

Margarida Vaqueiro Lopes 29/06/2015 12:35

Presidente da Comissão Europeia falou aos jornalistas esta manhã, antes do início da reunião de emergência do Parlamento Europeu

"Eu nunca falharei aos gregos. Nunca. E sei que os gregos não querem falhar à Europa". Foi assim que Jean-Claude Juncker encerrou a conferência de imprensa ao final da manhã de hoje, 29 de Junho.

O presidente da Comissão Europeia foi duro com as palavras, ao deixar vários avisos ao povo grego, relativamente ao referendo da próxima semana: "não devem cometer suicídio porque têm medo da morte", disse o líder europeu, apelando ao voto positivo ao acordo com os credores, depois de ter sinalizado que o governo grego não está a passar toda a informação ao povo helénico.

E afirmou ainda que um 'não' no referendo é um 'não' à manutenção da Grécia na UE. "Não significará, independentemente da questão...que a Grécia está a dizer não à Europa", afirmou Juncker.

"Era importante que o Governo grego dissesse a verdade" sobre o que está em cima da mesa, instou o líder. Na mesma ocasião, Juncker afirmou que a União Europeia "moveu montanhas, verdadeiramente, até ao último minuto, na altura em que as autoridades gregas fecharam a porta" às negociações.

Amanhã, 30 de Junho, termina o prazo do resgate helénico e o prazo para o pagamento de 1600 milhões de euros ao FMI por parte do Executivo grego. Os bancos gregos estrão fechados até dia 7 de Julho, numa tentativa de controlo de capitais - alguns bancos abrirão as portas para pagar as pensões aos reformados - e a bolsa grega está fechada.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×