19/8/19
 
 
Orientação sexual. Na primeira pessoa: Quando

Orientação sexual. Na primeira pessoa: Quando

Jose Sergio Marta F. Reis 27/06/2015 20:10

Em Abril o actor Marco Delgado assumiu publicamente a sua bissexualidade numa entrevista ao “Sol”. 

Em Portugal ainda é raro, mas lá fora muitas figuras mediáticas têm confessado a sua atracção por ambos os sexos. Cara Delevingne ou Miley Cyrus têm dado que falar nos últimos dias: estarão apenas a aproveitar-se disso? Será só uma fase? Delevingne namora com a cantora St Vicent. Miley Cyrus, que acabou com o filho de Arnold Schwarzenegger no início do ano, estará numa relação com a modelo da Victoria’s Secret Stella Maxwell. Este mês revelou na revista “Paper” ter contado à mãe que já gostava de raparigas quando tinha 14 anos, era ainda uma estrela da Disney. Os rumores são sempre muitos no que toca a famosos, mas os psicólogos acreditam que as referências podem ajudar outros a sair do armário.

Marco Delgado  
Actor
“A minha sexualidade, até muito tarde, é uma coisa bastante aberta. Ainda o é hoje. Não tenho como certo que a minha relação de hoje será eterna. Não considero a homossexualidade uma opção, acho que nasce com as pessoas. As pessoas demoram mais ou menos tempo a descobrir isso. Aquilo que tenho com um homem não tenho com uma mulher. Fisiologicamente é diferente, fisionomicamente são diferentes e, às vezes, parece que tenho necessidade das outras coisas, daquilo que não tenho. Sou muito puto nestas coisas.” 2015, “Sol”

Miley Cyrus 
Cantora
“Estou literalmente aberta a tudo o que seja consentido e não envolva um animal. E a pessoas de todas as idades. Estou nessa, desde que seja legal. Desde que sejam adultos - qualquer pessoa com mais de 18 anos que me queira amar. Não me interessa se é rapaz ou rapariga. Lembro-me de dizer [à minha mãe] que admirava as mulheres de uma forma diferente. Ela perguntou-me o que eu queria dizer com aquilo e eu respondi: adoro-as. Gosto delas como gosto de rapazes. Foi difícil para ela. Não queria que eu fosse julgada e não queria que eu fosse para o inferno. Mas ela acredita em mim mais do que acredita em qualquer deus. Pedi-lhe apenas para ela me aceitar. E ela aceitou”. 
2015, “Paper”

 

Cara Delevingne
Modelo e actriz
“Demorei muito tempo até aceitar a ideia. Apaixonei-me pela primeira vez por uma rapariga aos 20 anos. As mulheres são o que me inspira, mas também têm feito o contrário. Só fui magoada por mulheres, a começar pela minha mãe”. 
2015, “Vogue”

Ana Carolina   
Cantora
“Já era uma criança diferente. No colégio as meninas sentavam-se com as meninas e os meninos com os meninos. Um dia cheguei, linda e loura, e sentei-me ao lado de um menino, que me olhou e saiu correndo dizendo que ali não era lugar de menina. Passei a aula inteira sozinha. Já sinalizava o meu modo de pensar de maneira diferente. Nunca me consegui enquadrar num esquema ‘menina usa rosa e menino, azul’. Tenho um interesse igual por ambos os sexos. Deus deu-nos dois sexos, por que escolher um só? Acho que a humanidade inteira poderia ser bissexual. As pessoas ainda não conseguem abrir a cabeça, mas acho  que isso seria possível.” 2014, “TVI”

Ke$ha   
Cantora
“Não me apaixono apenas por homens, apaixono-me por pessoas. Não tem nada a ver com o género. Tem apenas a ver com a sensação que a pessoa me transmite”. 
2013, “Seventeen”

Björk     
Cantora
“Sempre tive tantas mulheres poderosas e criativas na minha vida como homens e poderia descrever algumas destas relações como românticas. Acho que toda a gente é bissexual num certo grau. É só uma questão de o reconhecer e viver. Pessoalmente, acho que escolher entre homens e mulheres é como escolher entre bolo e gelado. Seria parvo não provar os dois quando há tantos sabores”. 2004, “Diva” 

Angelina Jolie      
Actriz
“Honestamente, gosto de tudo. Raparigas com ar de rapaz, rapazes com ar de rapariga, gordos e magros. O que é um problema quando vou na rua.” 2000, “Elle”

Billie Joe Armstrong       
Vocalista dos “Green Day”
“Acho que sempre fui bissexual. Quer dizer, sempre estive interessado nisso. Acho que toda a gente tem fantasias com o mesmo sexo. As pessoas nascem bissexuais e são os nossos pais e a sociedade que nos fazem pensar ‘oh, não posso’. Dizem que é tabu. Está enraizado na nossa cabeça que é mau quando é algo belo.”  
1995, “The Advocate”

Alice Cooper        
Cantor 
“Só gosto de raparigas, mas se pudesse escolher a minha própria sexualidade teria escolhido ser bissexual. Acho que no futuro toda a gente vai ser bissexual. Tudo vai ser mais simples: fazes amor com quem te apetece e não interessa o sexo, a cor, a idade. Nada. Excepto gostar um do outro”.  
1976, “SPEC”

David Bowie         
Cantor
“Sou bissexual. Acho que é a melhor coisa que me aconteceu. E também a mais divertida”. 
1974 , “Playboy” 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×