24/5/19
 
 
Sondagem. Coligação apanha PS pela primeira vez
Coligação obtém 38% das intenções de voto

Sondagem. Coligação apanha PS pela primeira vez

Coligação obtém 38% das intenções de voto António Cotrim/Lusa Solange Sousa Mendes 19/06/2015 10:28

55% dos inquiridos acha que o governo não tem alternativa melhor.

A coligação PSD/CDS apanhou pela primeira vez o PS nas intenções de voto, desde o barómetro de Julho de 2013. A conclusão é de uma sondagem do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica, realizada este mês.

Trata-se, na verdade, de um empate técnico, porque a diferença é apenas de um ponto percentual (38% para 37%).

Na última sondagem desta universidade – feita em Outubro de 2014 – os resultados apontavam para uma grande vantagem do PS, com 45% dos votos. Recorde-se que esta sondagem deu-se logo após as primárias socialistas. O PSD e o CDS, que na altura ainda não estavam coligados, ficaram 13% abaixo das intenções de voto do partido liderado por António Costa.

A sondagem actual, realizada para o Diário de Notícias, Jornal de Notícias, RTP e Antena 1, mostra por isso um Partido Socialista debilitado, com menos 7% do que na sondagem anterior.  Por sua vez, a coligação subiu 8%.

Passando aos partidos mais à esquerda, verifica-se que a CDU continua com 10% das intenções de voto e que o Bloco de Esquerda cresce o dobro, em relação à sondagem de Outubro (8%).

Na categoria “Outros” ficaram representadas as novas forças partidárias, como o Livre/Tempo de Avançar, de Rui Tavares e Ana Drago, e o Partido Democrático Republicano, de Marinho e Pinto. Contudo, não ficaram acima dos 3%.

Quanto à prestação do governo, 28% dos inquiridos considera-a “muito má” e 35% apenas “má”.

Mesmo assim, ainda há 29% de inquiridos a considerar que a prestação do Executivo está a ser “boa” e há mesmo 2% a considerar “muito boa”.

Por fim, 55% acha que o governo não tem alternativa melhor.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×