19/9/18
 
 
António Capucho levanta sala do PS ao declarar apoio ao partido

António Capucho levanta sala do PS ao declarar apoio ao partido

José Sérgio Rita Tavares 05/06/2015 23:23

Costa "merece plena confiança", diz.

A primeira grande ovação da noite da Convenção Nacional do PS veio do fundador do PSD António Capucho. O ex-secretário-geral, antigo líder parlamentar e ex-autarca do PSD não deixou margem para qualquer dúvida e declarou, ao microfone da Convenção Nacional socialista que está a decorrer em Lisboa, o apoio ao partido de António Costa nas próximas legislativas, deixando a sala a aplaudi-lo de pé. António Capucho, ex-militante do PSD, considerou mesmo que o líder socialista “merece plena confiança pessoal e política”.

Capucho não só louvou o PS e o seu programa eleitoral, como também atacou a coligação PSD/CDS, no palco da Convenção Socialista para a qual foi convidado. Num púlpito marcado com o punho socialista e com a fita do congresso ao pescoço, o ex-social democrata (expulso há um ano do PSD depois de várias discordâncias públicas e ainda uma candidatura autárquica que fez frente ao próprio partido) atirou às linhas programáticas da coligação apresentadas quarta-feira, “uma iniciativa fracassada que mais não visava do que ofuscar esta iniciativa do PS”. Capucho criticou também o primeiro-ministro por este ter dito “que não iríamos ser surpreendidos, O que se impõe é fazer diferente”, rematou. Foi um dos fundadores do PSD, mas deixou a explicação perante a plateia socialista, logo no inicio da intervenção:  “Há cerca de três anos entrei em rota de colisão frontal com este governo e com o partido que ajudei a fundar e a implementar ao lado de Francisco Sá Carneiro”.

O ex-secretário-geral do PSD do tempo da liderança de Marcelo Rebelo de Sousa deixou para o fim da curta intervenção a declaração de apoio ao PS nas próximas legislativas, o que levantou o Coliseu dos Recreios, sala onde está a decorrer o congresso. “Quero dar o meu testemunho público que apoio o PS nas próximas eleições legislativas”. Foi um aplauso longo dos socialistas, seguido de um abraço a António Costa que Capucho diz que “por todas as provas dadas, merece”​

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×