29/2/20
 
 
LeBron James. O primeiro período é para os pardais
Quando começou a atacar o cesto, pontos começaram a aparecer para o extremo

LeBron James. O primeiro período é para os pardais

Quando começou a atacar o cesto, pontos começaram a aparecer para o extremo Tony Dejak/AP Rui Pedro Silva 26/05/2015 15:09

Cleveland chega ao 3-0 na final do Este com Atlanta num jogo em que a figura falhou os primeiros dez lançamentos.

Tentou uma vez e falhou. Tentou a segunda e voltou a falhar. E assim foi também na terceira, quarta, quinta, sexta, sétima, oitava, nona e décima. LeBron James teve o pior arranque da carreira nos playoffs em lançamentos de campo, chegando ao segundo período sem qualquer ponto. Os Hawks, depois de duas derrotas em casa, estavam obrigados a vencer em Cleveland para manterem uma perspectiva legítima de seguirem em frente e aproveitaram para fechar os primeiros doze minutos com um parcial de 24-21. Mas depois LeBron acordou.

Marcar pontos não é a única estatística essencial num jogo de basquetebol. É certo que não é habitual ver a grande estrela dos Cavaliers ficar em branco durante um período tão longo, mas ao mesmo tempo foi somando ressaltos e assistências – cinco e uma no primeiro período. O caminho tinha começado a ser aberto para o triplo-duplo e os pontos, quando chegaram, nunca mais pararam. No triunfo por 114-111, chegado apenas no final do prolongamento, LeBron James registou 37 pontos, 18 ressaltos e 13 assistências.

“Ele não nos deixou perder”, afirmou o treinador David Blatt no final do encontro. E essa foi mesmo a melhor forma de descrever o que se passou na Quicken Loans Arena, especialmente no último minuto do prolongamento. A 36 segundos do fim, converteu o triplo que colocou os Cavaliers em vantagem (112-111) e aumentou a diferença com novo lançamento, a 12 segundos do fim. Shelvin Mack falhou dois triplos para os Hawks nos últimos quatro segundos e a vitória sorriu aos Cleveland Cavaliers, que ficam desta forma a apenas um triunfo de marcarem presença na final da NBA pela primeira vez desde 2007 – derrota com os San Antonio Spurs em quatro jogos.

LeBron James sentiu o mau início. “Entrei sem a mentalidade certa, fora do ritmo necessário. Mas tive de fazer a diferença. É uma sensação excelente quando se criam jogadas para os companheiros. Felizmente, consegui fazer algumas”, analisou. O contributo de LeBron foi ainda mais relevante tendo em conta que Kevin Love está lesionado desde a primeira ronda, contra os BostonCeltics, e Kyrie Irving falhou o jogo também por lesão. JR Smith e Matthew Dellavedova serviram de principais auxílios, com ambos a marcarem 17 pontos.

Do outro lado, os Atlanta Hawks não tiveram sorte. Kyle Korver está de fora dos playoffs também por lesão e Al Horford foi expulso ainda na primeira parte depois de ter atingido Matthew Dellavedova numa altura em que liderava os melhores marcadores com 14 pontos. A pressão caiu sobre Jeff Teague, que se tornou no primeiro jogador dos Hawks a chegar aos 30 pontos na temporada.

A história está agora toda a favor dos Cavaliers. Jogam em casa esta noite no quarto jogo da final doEste e nunca na NBA uma equipa conseguiu virar uma desvantagem de três jogos.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×