27/2/20
 
 
Marrocos foi a Cannes proibir exibição de filme sobre prostitutas em Marraquexe
Filme de Ayuch está a causar polémica em Marrocos

Marrocos foi a Cannes proibir exibição de filme sobre prostitutas em Marraquexe

Filme de Ayuch está a causar polémica em Marrocos DR Jornal i 25/05/2015 23:41

"Much loved", do marroquino Nabil Ayuch, conta a história de quatro prostitutas em Marraquexe. 

O governo de Marrocos proibiu a projecção no país do filme “Much loved” (“Muito Amada”), do cineasta marroquino Nabil Ayuch, que retrata a vida de quatro prostitutas na cidade de Marraquexe.

O filme, exibido fora da secção oficial no Festival de Cannes, corresponde, nos argumentos do Ministério da Comunicação de Marrocos, "um grave ultraje aos valores morais e à mulher marroquina, para além de ser um atentado flagrante contra a imagem de Marrocos”. 

Depois da sua exibição em Cannes, o normal seria que o filme fosse submetido em Marrocos a uma “comissão de visionamento”, um organismo cuja aprovação é necessária para que qualquer filme seja exibido. Mas o governo não esperou nem por isso: uma equipa do Centro Cinematográfico de Marrocos foi a Cannes e foi taxativa ao recomendar que o filme não fosse exibido no país. 

Apesar de o filme não conter cenas de sexo explícito, as quatro protagonistas prostitutas não poupam na linguagem gráfica sobre os seus clientes e as suas preferências sexuais.

A difusão de alguns extractos do filme através do Youtube provocou em Marrocos uma forte polémica e vários ataques a Ayuch e à actriz principal, Loubna Abidar.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×