19/11/18
 
 
BPN. CMVM condena Oliveira Costa a pagar 100 mil euros

BPN. CMVM condena Oliveira Costa a pagar 100 mil euros

11/05/2015 13:10

O regulador do mercado condenou ainda o banco BIC ao pagamento de 200 mil euros

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) condenou o fundador do BPN, Oliveira Costa, ao pagamento de 100 mil euros, por violação, a título doloso, do dever de prestar informação devida aos clientes do banco, entre outras infrações.

O regulador do mercado condenou ainda o banco BIC ao pagamento de 200 mil euros, com suspensão parcial de execução de 100 mil euros da coima aplicada, pelo prazo de dois anos, segundo a decisão divulgada hoje em comunicado.

Na origem da coima aplicada do BIC – que comprou o BPN - estão várias infracções: exercício de actividade de gestão de carteiras por conta de outrem sem registo na CMVM, a título doloso, violação do dever relativo ao conteúdo contratual mínimo dos contratos de gestão de carteira, do dever de prestar aos clientes a informação devida, do dever de organização interna e três violações do dever de qualidade de informação prestada ao regulador de mercado.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×