2/12/20
 
 
Kizzy. Os hambúrgueres vieram mesmo para ficar
Pedro Graciosa, o chefe, estava na cozinha do restaurante do Hotel Altis Belém, com uma estrela Michelin

Kizzy. Os hambúrgueres vieram mesmo para ficar

Pedro Graciosa, o chefe, estava na cozinha do restaurante do Hotel Altis Belém, com uma estrela Michelin Bruno Simões Castanheira Clara Silva 06/05/2015 12:19

No novo restaurante do Largo de Santos, em Lisboa, troca-se o bolo do caco por bolo lêvedo e os hambúrgueres ganham outro sabor

Dúvidas houvesse de que os hambúrgueres vieram para ficar, a confirmação chega pelo correio, num pacote semelhante aos que aconchegam um McQualquerCoisa servido pela janela de uma área de serviço. Lá dentro não encontramos um hambúrguer, antes um presente menos perecível – ou pelo menos assim devia ser: um CD, o primeiro da banda sonora Honorato.

Honorato, leu bem. O que começou como uma bem-intencionada e minúscula loja de hambúrgueres no Príncipe Real é agora um franchising que até lança colectâneas musicais com DJ Ride e Richie Campbell, a música ideal para acompanhar dentadas em hambúrgueres, dizem os especialistas. Esta última parte não sabemos, mas sabemos com certeza que a cadeia se prepara para inaugurar mais uma loja, desta vez num espaço no Chiado (esta quinta-feira), com a promessa de uma intervenção do artista Vhils.

Com tanto hambúrguer na chapa, ainda haverá espaço para mais um no estômago dos lisboetas? Talvez sim, e é isso que vamos saber no Kizzy.

O novo restaurante no Largo de Santos é talvez a hamburgueria mais recente da cidade (já não conseguimos acompanhar com precisão tantas inaugurações de hamburguerias), mas aqui nem só de carne moída se faz a ementa. Aliás, estamos perante um restaurante de Luxury Burgers & Delicacies. Quer isto dizer que quem já está enjoado de hambúrgueres pode encontrar alternativas na ementa, como o lombinho de salmão ou o bife Kizzy.

À primeira vista não parece só mais uma hamburgueria. E o chefe Pedro Graciosa, vindo do restaurante de uma estrela Michelin do Hotel Altis Belém, confirma. “É uma hamburgueria que não é uma hamburgueria. Apesar de estarmos mais virados para os hambúrgueres não queremos ser conhecidos só por isso, porque temos mais opções na carta.”

Aqui há preocupação com a qualidade da carne e também em inovar nos acompanhamentos – e não de maneira que caia tudo do pão assim que damos a primeira trinca, como acontece muitas vezes. “Por exemplo, o hambúrguer Kizzy”, começa o chefe. “É o mais simples mas tem uma novidade que ainda não tinha visto em nenhum restaurante: o bolo lêvedo. Não menosprezando o bolo do caco, achámos que já estava tão usado que fomos buscar o bolo lêvedo dos Açores.”

A receita do hambúrguer foi criada por Jorge Possollo, antigo geólogo e proprietário do restaurante que aperfeiçoou os dotes culinários nos meses que viveu e trabalhou nos EUA. Com a mulher, a pintora Maria João Risques Pereira, deu um novo rumo à vida, que começa nestes pratos. E também acabará em CD?

Ler Mais


Especiais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×