18/4/21
 
 
António Luís Marinho 27/04/2015
António Luís Marinho

opiniao@newsplex.pt

Aleivosias

A estupidez coloca-se na primeira fila para ser vista; a inteligência coloca-se na retaguarda para ver.

A estupidez coloca-se na primeira fila para ser vista; a inteligência coloca-se na retaguarda para ver. Bertrand Russell 

Escolhi as palavras criteriosamente.

Estupidez, no sentido de falta de discernimento. 

Aleivosia, no seu real significado de traição por parte de alguém em quem se confia.

Explicados os termos, eis os destinatários: todos aqueles que se envolveram na tentativa, já fracassada, de tentar impor regras administrativas para a cobertura jornalística de campanhas eleitorais, que incluíam, pasme-se, uma espécie de “exame prévio”, ao obrigar a enviar antecipadamente a uma comissão o plano de cobertura da campanha.

Lê-se e não se acredita. Teria sido, sem dúvida, uma fenomenal piada de 1 de Abril, mas, 41 anos depois do 25 de Abril e 40 anos depois das primeiras eleições livres em Portugal, que agora se comemoram, deputados eleitos criarem uma semelhante aberração e pensarem sequer que ela seria cumprida, é sinal evidente de falta de discernimento.

Todos os directores de informação que assinaram o comunicado conjunto “Pela Liberdade de Informação” merecem o nosso agradecimento. 

Eles sim, provaram que a nossa democracia será defendida, mesmo contra aqueles que, eleitos democraticamente, quiseram trair um dos seus princípios basilares: a liberdade de imprensa.

Caros companheiros, todos vocês provaram merecer o lugar que ocupam.
Muito obrigado.  

Escreve à segunda-feira


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×