10/8/20
 
 
Coronavírus. Quarto caso confirmado em França. Doente em estado muito grave

Coronavírus. Quarto caso confirmado em França. Doente em estado muito grave

28/01/2020 17:42

Jérôme Salomon, diretor-geral da saúde de França, confirmou esta tarde a hospitalização de um doente em estado muito grave.

O diretor-geral de saúde francês, Jérôme Salomon, confirmou esta tarde um quarto caso de infeção pelo novo coronavírus em França. O doente está em estado considerado muito grave num hospital de Paris, onde foi submetido a reanimação. O responsável adiantou que se trata de um turista chinês que viajou recentemente da China para França.

A informação foi avançada durante uma conferência de imprensa em que foram apresentados os próximos passos do país para responder ao surto, nomeadamente os planos para repatriamento dos cidadãos franceses na província de Hubei. França ativou o Mecanismo Europeu de Proteção Civil, através do qual serão mobilizados dois aviões europeus em Wuhan, que vão transportar 250 franceses e 100 cidadãos de outras nacionalidades.

O país já tinha identificado três doentes com o vírus, todos recém-chegados da China. Esta terça-feira foi confirmado o primeiro caso na Alemanha, neste caso de um doente que nunca esteve na China e terá contraído o vírus de uma colega de trabalho que só manifestou sintomas ao regressar a casa, em Xangai.

Jérôme Salomon adiantou que está a ser feito o inquérito epidemiológico para determinar com quantas pessoas este novo doente poderá ter estado em contacto. Sendo o critério contactos próximos, o responsável admitiu que não será um número elevado e que todos serão alertados para que saibam o que fazer em caso de sintomas.

Antes da confirmação deste novo caso, o Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças emitiu esta terça-feira um comunicado em que considera provável que surjam mais casos "importados" na Europa. "Como consequência, é expectável a transmissão local (limitada) na Europa. Um caso isolado detetado na Europa não altera o cenário global para a Europa nem altera a avaliação de que atualmente existe uma probabilidade moderada de importação de casos de 2019-nCoV para a UE/EEA. À medida que há mais casos reportados a nível global, aumenta a probabilidade de importação esporádica de casos para países da UE/EEA".

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×