17/6/19
 
 
Filipe Albuquerque sai de sexto para as 24 Horas de Le Mans

Filipe Albuquerque sai de sexto para as 24 Horas de Le Mans

DR Joaquim Gomes 14/06/2019 18:56

Numa prova tão longa e tão exigente onde máquinas, pilotos e equipas são levadas ao limite, tudo pode acontecer. “Nem sempre o mais rápido é o que ganha e em Le Mans isso é ainda mais notório”, afirmou Filipe Albuquerque 

 Filipe Albuquerque sai de sexto para as 24 Horas de Le Mans, a mais emblemática prova de resistência. O português e os companheiros de equipa, Phil Hanson e Paul Di Resta fizeram três sessões de qualificação com o trio do Ligier da United Autosports, nos últimos dias para assegurar a sexta posição da grelha no cômputo dos três cronometrados. 

Um resultado que não é o esperado, mas que ao mesmo tempo não surpreende o piloto de Coimbra, que assume “ter trabalho redobrado durante a corrida”. 

Apesar da posição da grelha ter pouca importância numa corrida de 24 horas, o resultado acaba por espelhar o andamento de cada equipa e Filipe Albuquerque ficou ciente que em termos de velocidade de ponta, não estarão tão próximos dos seus adversários, como nomeadamente os Oreca, que arrecadaram os primeiros lugares, mas nem assim desarma. 

“Também sabemos que em situação de corrida as coisas são diferentes e durante a qualificação, na minha melhor volta, fiquei com a sensação que tudo tinha corrida na perfeição, mas os nossos adversários também foram perfeitos e o resultado deles foi melhor que o nosso”, afirmou Filipe Albuquerque. 

“O importante não é olhar para trás, mas para a frente e sobretudo o que poderemos fazer em corrida para anular esta diferença”, destacou o jovem piloto de Coimbra, que celebrou esta quinta-feira, em Le Mans, o seu 34º aniversário. 

Numa prova tão longa e tão exigente onde máquinas, pilotos e equipas são levadas ao limite, tudo pode acontecer. “Nem sempre o mais rápido é o que ganha e em Le Mans isso é ainda mais notório”, afirmou Filipe Albuquerque, acrescentando que “a fiabilidade do carro, a isenção de erros e uma dose de sorte são fatores para o sucesso e temos que nos manter longe dos incidentes, assegurar um andamento constante e esperar que a máquina não acuse o esforço a que vai estar sujeita”. 

“Se todos estes ingredientes funcionarem, o resultado acabará por aparecer, pois continuo a acreditar que poderemos terminar a prova nos lugares do pódio e estamos os três muito focados nesse objetivo comum”, referiu Filipe Albuquerque, que cumpre este ano a sua sexta participação na prova francesa, que começa sábado pelas 14 horas, com transmissão integral no canal Eurosport. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×