25/5/19
 
 
Novo Banco com perdas de 93,1 milhões

Novo Banco com perdas de 93,1 milhões

Sónia Peres Pinto 17/05/2019 17:34

No primeiro trimestre do ano passado tinha apresentado lucro de 70,4 milhões de euros.

O Novo Banco apresentou um prejuízo de 93,1 milhões de euros nos primeiros três meses do ano. Uma queda acentuada face aos primeiros três meses do ano anterior, altura em que tinha registado um lucro de 70,4 milhões. Mas a entidade liderada por António Ramalho diz que estes resultados estão «em linha com o plano estratégico e com os compromissos assumidos com as autoridades europeias».

A instituição financeira nota ainda que o «resultado do primeiro trimestre de 2019 não compara adequadamente com o resultado do período homólogo do ano anterior, uma vez que este último incluía um efeito positivo das atividades em descontinuação resultante, nomeadamente, da classificação da GNB Vida como atividade em descontinuação». Este impacto favorável nos resultados do trimestre homólogo foi, segundo o banco, de 51,2 milhões. 

O produto bancário aumentou 14,1%, suportado pela evolução da margem financeira que cresceu 33,4%, «reflexo das medidas de otimização concretizadas durante o exercício de 2018, nomeadamente as relacionadas com a redução do custo dos recursos». Aliás, os custos operacionais caíram 1,3% «reflexo das melhorias concretizadas ao nível da simplificação dos processos e otimização das estruturas». 

O banco recorrente obteve um lucro antes de imposto de 85,4 milhões, «valor que evidencia uma recuperação face ao apresentado para todo o ano de 2018 (2,2 milhões de euros)».

A instituição financeira fechou os primeiros três meses do ano com 401 balcões (menos 72 em relação a igual período do ano passado) e com 5.070 colaboradores (uma redução de 379 face ao período homólogo). 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×