25/5/19
 
 
Vítor Rainho 17/05/2019
Vítor Rainho

vitor.rainho@newsplex.pt

Berardo que fique com as condecorações e pague o que deve

Onde estão todos os supervisores do Banco de Portugal, e não só, que permitiram que o homem que fez fortuna com areia com, supostamente, ouro pudesse pedir tantos milhões sem quaisquer garantias que não as ações que tinha comprado?

 

Muito se têm discutido as condecorações de Joe Berardo, mas todos sabem que essa história não passa de folclore. A grande questão passa por saber como é que o Estado pode recuperar algum dos mil milhões que o empresário que não tem vergonha contraiu junto de três bancos nacionais. Como já alguém disse esta semana – penso que António Lobo Xavier –, Berardo sabe muita coisa e, se abrir a boca, pode ser um verdadeiro escândalo nacional. Não foram só, seguramente, os políticos que estavam no poder que lhe deram carta-branca para participar no assalto ao BCP, comprando ações desse banco com dinheiro emprestado de outros. Onde estão todos os supervisores do Banco de Portugal, e não só, que permitiram que o homem que fez fortuna com areia com, supostamente, ouro pudesse pedir tantos milhões sem quaisquer garantias que não as ações que tinha comprado?

José Miguel Júdice teve o condão de despertar as consciências mais adormecidas quando disse que, se não retirassem as condecorações ao empresário, ele entregaria as suas. Parece que já há outros na calha para seguirem o mesmo caminho, embora hoje se fique a saber se o Conselho das Ordens retira ou não a Berardo as insígnias.

Mas por que razão durante tanto tempo se falou nos devedores à Caixa Geral de Depósitos, por exemplo, e os partidos, quase todos, insistiam em não querer destapar esse buraco? Talvez o famoso bloco central tenha a resposta, já que muitos dos seus homens estão envolvidos na história. O que foi mais estranho foi ver os partidos de esquerda adiarem durante tanto tempo a comissão parlamentar à gestão da Caixa.

Berardo não está sozinho nesta trapalhada. Há outros com tanta ou mais responsabilidade e é preciso que todos respondam perante a justiça. Se os devedores da Caixa conseguirem usarem os expedientes de chicos-espertos e fugirem com o seu património para paraísos fiscais – ou o colocarem noutro nome –, então o Estado terá falido e espera-se o pior. Que Estado é esse que manda para a cadeia quem deve uns meros milhares de euros e deixa à solta os famosos homens de colarinho branco ou de fatinho negro?

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×