18/10/19
 
 
Não, o mel não é o alimento preferido dos ursos

Não, o mel não é o alimento preferido dos ursos

Dreamstime Joana Marques Alves 13/05/2019 18:28

Estes animais são omnívoros – comem de tudo um pouco.

O peso do urso-pardo varia consideravelmente de acordo com a altura do ano – quando acabam o tempo de hibernação, na primavera, estes animais estão relativamente mais magros. Depois ficam algum tempo a acumular gordura, para se prepararem para um novo período de ‘sono prolongado’. Em média, o urso-pardo macho pesa cerca de 220 quilogramas, enquanto a fêmea chega apenas aos 152 quilogramas. Em termos de comprimento, os números variam entre 1.40 e 2.80 metros.

E como se alimenta um animal deste tamanho? De tudo. O urso-pardo é omnívoro, a sua dieta abrange vários alimentos, que vão desde as borboletas às minhocas, passando pelos frutos silvestres e as bolotas, até aos javalis e os veados. Normalmente, estes animais evitam o contacto com os seres humanos, mas a fome e a falta de alimento podem fazer do urso-pardo um animal muito perigoso.

Nas notícias divulgadas na semana passada sobre o urso-pardo que esteve em Portugal, a imprensa revelou que o animal tinha “comido 50 quilos de mel” de um apicultor local. O proprietário do apiário, que fica a cerca de 700 metros da fronteira, encontrou as suas colmeias parcialmente destruídas. No entanto, o objetivo deste animal não era comer o máximo de mel possível – a ideia de que estes animais gostam deste alimento foi criada nas histórias infantis, como os contos de Winnie the Pooh, do inglês A.A.Milne.

“As pessoas acham que os ursos vão às colmeias buscar mel, mas não: eles andam à procura de larvas. Eles querem as proteínas. Não o mel”, explica ao i Armando Loureiro, do ICNF.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×