18/11/19
 
 
Sobe para três o número de mortos do tiroteio de Utrecht na Holanda

Sobe para três o número de mortos do tiroteio de Utrecht na Holanda

18/03/2019 10:52

As autoridades já identificaram o suspeito do crime

Um tiroteio na cidade holandesa de Utrecht fez pelo menos três mortos, referiu o presidente da câmara, segundo avança a agência Reuters.. 

A mesma agência noticiosa refere ainda que estão contabilizados até ao momento nove feridos.

A agência de notícias holandesa avançou entretanto que uma das vítimas mortais se encontra coberta por um lençol, junto à linha do metro de surperfície.

Foi colocada a hipótese de atentado terrorista, e, por esse motivo, as autoridades decretaram nível 5 (o mais elevado) de ameça naquela província, até às 18h desta segunda-feira, segundo avança o jornal local De Telegraaf. Esta é a primeira vez que é decretado nível 5 em território holandês.

O principal suspeito é Gökman Tanis, um homem de origem turca.

A polícia está a monitorizar as autoestradas mais próximas do local do ataque, devido a suspeitas de que o atirador tenha fugido de carro. 

Também foi reforçada a presença policial em torno do parlamento holandês, em Haia.

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, considerou a situação "preocupante" e anunciou que vai ser criado um gabinete de crise. Já o presidente da Câmar de Utrecht, Jan Van Zanen, afirmou que a prioridade é tratar dos feridos daquilo que considera ser um "incidente horrível e grave."

Uma testemunha, citada pelo jornal holandês NRC, afirma ter visto alguém disparar uma arma. "Eu estava na parte detrás do comboio e ele ia atirando, parecendo estar a apontar para as pessoas que estavam sentadas nos bancos", declarou, acrescentando que "o maquinista demorou a abrir as portas", mas dois rapazes que estavam ao seu lado "partiram uma janela ao pontapé", o que perimitiu aos passageiros fugirem.

De acordo com outra testemunha, uma mulher foi atingida no peito por uma bala, mas não há ainda notícias sobre o seu estado.

Em Utrecht há muitos edifícios encerrados, incluindo escolas com crianças no seu interior, até o atirador ou atiradores serem capturados O aeroporto Schiphol, em Amesterdão também está sob alerta.

A Cruz Vermelha abriu um site para que as pessoas possam informar familiares e amigos de que se encontram bem.

A polícia, bem como o município de Utrecht, alertaram a população para não sair de casa, uma vez que "novos incidentes não são de excluir" e disponibilizaram um site para onde as pessoas podem enviar imagens que tenham registado do ataque, para que possam ser investigadas.

O tiroteio aconteceu junto a uma paragem de autocarro na 24 Oktoberplein, uma zona muito movimentada da cidade.

A imprensa local avança que várias pessoas abriram fogo dentro de um elétrico. Os feridos têm estado a ser assistidos no local e transportados para o hospital.

As autoridades informaram através do Twitter que o alerta foi dado às 10h45h (9h45h em Lisboa). O porta-voz da polícia de Utrecht, Joost Lanshage, referiu que ainda não foi detido nenhum suspeito.

A área foi encerrada.

Atualizada às 14h22h

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×