20/2/19
 
 
Princesa tailandesa "triste" por não se poder candidatar nas próximas eleições

Princesa tailandesa "triste" por não se poder candidatar nas próximas eleições

AFP Jornal i 13/02/2019 11:21

A princesa Ubolratana foi impedida pela Comissão Eleitoral do país de disputar o cargo de primeira-ministra nas eleições em março. Tradicionalmente, a família real mantém-se afastada da política ativa

Foi um "tristeza" que a princisa tailandesa Ubolratana soube que a Comissão eleitoral da Tailândia a desqualificou como candidata a primeira-ministra nas próximas eleições. O mesmo órgão eleitoral fiscalizador está ainda a tentar dissolver o partido que a integrou nas suas listas, o Thai Raksa Chart. 

"Estou triste por uma intenção sincera em trabalhar para o país e para os tailandeses ter criado um problema que não devia acontecer nos dossos dias e época", reagiu a princesa no seu Instagram. 

A decisão de Ubolratana de se candidatar em eleições rompeu com a tradição da família real em se manter afastada da política ativa, com o rei Vajiralongkorn a classificar a decisão da sua familiar como "extremamente inapropriada".

Desde 1972 que a princesa deixou de poder ostentar o título real por se ter casado com um cidadão norte-americano. No entanto, em 2001 regressou ao país e manteve um estatuto de quase celebridade e, há uma semana, decidiu candidatar-se ao cargo de primeira-ministra nas eleições de março. 

Serão as primeiras eleições desde que o atual primeiro-ministro tailandês, Prayuth Chan-ocha, tomou a poder no seguimento de um golpe de Estado. O governo democraticamente eleito pelos tailandeses foi afastado. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×