16/6/21
 
 
Portugal e Alemanha reforçam cooperação no ensino e na formação profissional

Portugal e Alemanha reforçam cooperação no ensino e na formação profissional

Jornal i 06/02/2019 19:04

Declaração de intenções vai privilegiar "o valor acrescido da diversidade e dos intercâmbios de peritos, alunos e formandos” e “a participação dos operadores de educação e formação, professores e formadores em programas europeus e internacionais”

O governo assina amanhã uma declaração de intenções com a Alemanha para reforçar a cooperação no ensino e da formação profissional.

Em nota, a tutela explica que será a Declaração de Intenções vai privilegiar “o valor acrescido da diversidade e dos intercâmbios de peritos, alunos e formandos” e “a participação dos operadores de educação e formação, professores e formadores em programas europeus e internacionais”.

A Declaração pretende "reforçar os já fortes laços de cooperação entre os dois Estados no âmbito do Ensino e Formação Profissionais", contextualiza a tutela, que diz ainda que é "longa" a história "de cooperação na área da Educação e do Ensino profissional entre Portugal e Alemanha, com mais de 50 anos. "O diálogo entre os dois países vai no sentido de fortalecer, de ambos os lados, o desenvolvimento do ensino e formação profissionais, enquanto fator chave para o crescimento económico, bem como a coesão e inclusão social", lê-se ainda.

"Esta nova etapa de cooperação responde às atuais políticas públicas no domínio da educação e formação, que em Portugal têm sido orientadas para a melhoria dos níveis de qualificação da população portuguesa, em particular através do alargamento da escolaridade obrigatória, da diversificação da oferta formativa para os jovens, do alargamento do naipe de competências a desenvolver e da valorização das ofertas de dupla certificação no ensino secundário, bem como da aposta na aprendizagem ao longo da vida", acrescenta o comunicado, que lembra que "o esforço e investimento realizados ao longo dos últimos anos nesta área dão resposta às baixas qualificações entre jovens e adultos que condicionam o acesso ao mercado de trabalho. Assim, urge tornar mais robusta a articulação entre as diversas ofertas educativas e formativas com vista a uma maior empregabilidade e desenvolvimento pessoal".

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×