15/11/18
 
 
Anúncio banido no Reino Unido

Anúncio banido no Reino Unido

Video Iceland Jornal i 10/11/2018 20:03

Apelo contra o uso de óleo vegetal foi proibido por questões políticas

O vídeo do macaquinho e da menina está a tornar-se viral, mas a história não é assim tão colorida e o anúncio já foi mesmo banido. 

O anúncio de Natal da cadeia de supermercados Iceland que denuncia o uso de oléo vegetal em produtos que vão desde os chocolates até aos champôs e que mostra um macaco bebé, foi proibido de passar na televisão por ter sido considerado "demasiado político". 

De acordo com a marca, as razões que levaram a que isto acontecesse passaram por um suposto desrespeito das "leis da publicidade" relacionadas com a propaganda política.

O vídeo dedicado aos 25 oragotangos que "perdemos todos os dias" devido à exploração  “insustentável” que destrói habitats, mostra um animal desta espécie a invadir o quarto de uma menina. 

 

 

 “Há um orangotango no meu quarto e eu não sei o que fazer”, afirma a menina que por sua vez, depois do cenário colorido do quarto passar para a floresta, recebe o mesmo tipo e afirmação do orangotango: Há um humano na minha floresta e eu não sei o que fazer”. 

De acordo com o fundador da Iceland, em declarações ao Guardian,  o vídeo originalmente feito pela Greenpeace foi uma tentativa de fazer algo diferente "e continuar a gerar consciencialização da desflorestação causada pela produção de óleo palma. É tão emocional”. No entanto, a marca já tinha consciência que isto poderia acontecer.

A cadeia prometeu que até “todo o óleo de palma cause zero destruição florestal” recusa-se a usar o igrediente nos produtos da marca espalhados nas 900 lojas no Reino Unidos. Algo que remonta a Abril, quando a marca disse que o oléo vegetal estava a "causar o “todo o óleo de palma cause zero destruição florestal”.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×