13/11/18
 
 
Maddie. Investigadores vieram duas vezes a Portugal no último ano

Maddie. Investigadores vieram duas vezes a Portugal no último ano

Beatriz Dias Coelho 09/09/2018 22:25

Na base das viagens poderão estar novas pistas sobre o caso. Pais de Maddie ainda acreditam que a filha, que hoje teria 15 anos, está viva

No último ano, a equipa de detetives britânicos que investiga o caso do desaparecimento de Madeleine McCann comprou cinco bilhetes de avião para Portugal. A notícia do Daily Star, pode indicar que os investigadores têm novas pistas sobre o desaparecimento.

Segundo o mesmo jornal, os bilhetes de avião - no valor de cerca de 1386 euros - foram comprados para duas viagens distintas. Associados a essas viagens, há registos de despesas com estadia e transportes. Nas vindas a Portugal, os detetives britânicos terão gasto cerca de 907 euros em estadia e 90 euros em táxis para e de aeroportos britânicos.

Apesar de em março deste ano, a polícia britânica ter recebido um novo financiamento para prosseguir a investigação, o Daily Star nota que, dentro da polícia britânica, a continuação da investigação do caso tem sido questionada. A indignação, de acordo com a mesma fonte, é partilhada também entre alguns contribuintes.

Ainda assim, os pais - Kate e Gerry McCann, de 50 e 49 anos - acreditam que a filha, que hoje teria 15 anos, e apesar de tanto tempo passado, ainda está viva.

Madeleine McCann desapareceu de um resort português na Praia da Luz, em Lagos, em maio de 2007, a poucos dias de completar quatro anos. Estava de férias com os pais e os dois irmãos gémeos mais novos, na época com dois anos.

Desde 2011, calcula-se que a investigação do desaparecimento de Maddie tenha custado à polícia britânica mais de 14 milhões de euros.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×