21/9/18
 
 
Holanda. Heróis da Grécia antiga com uma bola nos pés...

Holanda. Heróis da Grécia antiga com uma bola nos pés...

DR Afonso de Melo 06/09/2018 21:27

Ajax, Aquiles, Hércules: o futebol holandês está cheio de heróis. Um fascínio curioso que enche o país de confrontos dignos de uma sala de cinema...

Ao fim de muitos anos, o Benfica volta a reencontrar o Ajax nas provas europeias. Um motivo de satisfação para os adeptos encarnados que poderão ver ao vivo uma das equipas que mais marcou a história da antiga Taça dos Campeões Europeus, agora denominada, com a pompa e circunstância devida ao seu gigantismo, Liga dos Campeões, estando-se a UEFA nas tintas para o facto de a maior parte dos participantes não ser campeão de coisa nenhuma. Enfim. Adiante.

Ajax: Amsterdamsche Football Club Ajax. Chamam-lhes os Godenzonen, Os Filhos de Deus. Só a camisola é mítica. Aquela risca vermelha em fundo branco encantou a adolescência dos da minha geração. No corpo de Cruyff, balançava como uma cobra, hipnotizando adversários e voava depois como uma flecha em direção aos golos. E depois havia Keizer e Rep, e Neeskens e Arie Han, e o barbudo Hulshoff, e Suurbier e Krol. Rapazes de cabelos compridos que pareciam fazer o futebol entrar na idade do rock.

Filhos de Deus: filhos dos deuses do futebol. Filhos de judeus, também, mas não logo desde a origem, em 1900, mas depois de o clube se ter mudado para o bairro judeu de Amesterdão, Amsterdam-Oost.

O Ajax ficará para sempre ligado à história dos Filhos da Águia de Lisboa, sobretudo após duas extraordinárias eliminatórias da Taça dos Campeões Europeus, a primeira em 1969, que obrigou a um jogo de desempate em Paris (depois de o Benfica ter ganho por 3-1 num campo de neve na Holanda e ter perdido na Luz pelo mesmo resultado), a segunda em 1972, nas meias-finais, com 0-1 lá e 0-0 cá. De alguma forma, foi a passagem de testemunho. A melhor equipa da Europa dos anos-60 dava passagem à melhor equipa da Europa dos anos-70 - opinião de quem escreve, lá está, privilégio de rabiscador de linhas. Não recusando versões adversas que não há aqui espaço para ditaduras.

Ajax, mas não apenas o Ajax de Amesterdão. O Ajax que lhe deu o nome. Ajax: filho de Telamon e Periboea. Personagem inesquecível da Ilíada (ainda se lê nas escolas?), herói da Guerra de Tróia, a fatal vingança do rapto da bela Helena.

Era grande, enorme, colossal! Pelo menos assim o descreve Homero, já que o cinema lhe deu a cara de Tyler Mane. O maior dos Aqueus: era de tal cepa que nunca foi ferido em qualquer das batalhas em que se envolveu. Mas teve um fim triste. Perdendo a disputa com Odisseu sobre a posse do escudo do vencido Aquiles, por obra da traição da deusa Atena, que preferiu o seu rival, enlouqueceu de raiva. “Estou dominado pelo desgosto!”, exclamou antes de se atirar sobre a própria espada. Os gregos sempre apreciaram as tragédias.

 

Hércules e Esparta. Foi no herói de Homero que o Amsterdamsche Football Club Ajax se inspirou no momento da sua fundação. E era precisamente aqui que eu queria chegar. O mestre de combate de Ajax foi Chiron, o centauro. O mesmíssmo Chiron que treinou Hércules, ou Heracles (no cinema foi um desenho animado da Disney e depois Dwayne Jonhson, que é mais culturista do que actor, francamente!), e Peleus, pai de Aquiles - este teve mais sorte no que ao universo feminino diz respeito e ganhou a cara de Brad Pitt.

Ainda não há muitos anos, num estágio na Holanda, o Sporting defrontou Aquiles, tal como o Benfica defrontara o Ajax (e já agora, também os leões e o FC Porto têm momentos para recordar frente aos tais Filhos de Deus). Companheiros na Guerra de Tróia e companheiros de futebol holandês. Sim, porque esta coisa de heróis gregos, para os holandeses e para o seu futebol tornou-se uma espécie de mania.

Pois o Achilles ‘29 joga na Tweede Divisie, a divisão dos clubes semi-amadores holandeses, mas já foi um clube com peso no país. O nome não deixa dúvidas. Foi tirado de Aquiles, o personagem principal da Ilíada, filho da ninfa Thetis e do já falado Peleus, rei dos Mirmidões. Vencedor de Heitor e morto por Paris com um golpe no único ponto vulnerável do seu corpo imbatível - o calcanhar, pois claro!

Fundado na cidade de Groesbeek, o Rooms Katholieke Sportveriningen Achilles ‘29 ficou mais famoso por via das suas proezas na Taça da Holanda do que propriamente por aquilo que fez nos campeonatos em que participou, já que nunca saiu, por assim dizer, da cepa torta. Para compensar tem no currículo a eliminação de várias equipas da primeira divisão.

Mas a Holanda não se cansa de heróis.

Se Hércules, ou Heracles, foi um semi-deus filho de Zeus, o Heracles é um clube filho da cidade de Almelo, situada muito perto da fronteira com a Alemanha, fundado em 1903 e que milita na primeira divisão da Holanda e já foi até campeão por duas vezes, em 1927 e 1941. Por isso, não podia faltar aqui nesta pequena crónica greco-holandesa. Até porque também foi o clube que deu o primeiro negro ao futebol da Holanda, Steve Mokone, um sul-africano fugido do apartheid no final dos anos-50 conhecido pela alcunha de Meteoro Negro.

Não se olvide outro histórico clube dos Países Baixos, o Sparta de Roterdão, um dos poderosos do início do século, criado por um grupo de estudantes admiradores da história de Esparta, cidade-estado rival da antiga Atenas. A sua fundação data de 1888, o que faz dele o clube mais antigo da Holanda. E por nove vezes campeão do seu país, o que é já algo de respeito.

Finalmente, e para que tudo não se resuma a figuras da velha Hélade, também Roterdão viu nascer o RFC Xerxes, em 1904, tendo como inspirador o sucessor de Dário, rei da Pérsia, e pai de Artaxerxes. Grande rival do Sparta, vive momentos de crise, mergulhado na Hoofdklasse, a principal divisão amadora holandesa, já depois de ter sido considerado insolvente e surgir com a nova nomenclatura: Xerxes DZB. Acrescente-se que Xerxes é a versão grega de Jshayar Sha - Rei dos Heróis. 

Um gosto especial por gente especial. Vinda do mundo fantástico das lendas ao qual o futebol é sempre grato. No futebol da Holanda há uma Grécia muito viva.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×