13/11/18
 
 
Mulheres homossexuais espancadas por ordem do tribunal da Malásia

Mulheres homossexuais espancadas por ordem do tribunal da Malásia

AFP Photo Jornal i 03/09/2018 10:42

Mais de 100 pessoas assistiram ao espancamento

Duas mulheres foram, esta segunda-feira, espancadas depois de uma sentença decidida pelo tribunal da Malásia, que alegou que as duas tinham quebrado leis islâmicas.

As duas mulheres, de acordo com o The Guardian, tinham 22 e 32 anos e foram sentenciadas pelo Tribunal do estado nordeste de Terengganu. As duas foram encontradas dentro dum carro a terem relações sexuais.  

Mais de 100 pessoas assistiram ao espancamento.

De acordo com o jornal inglês, esta não é a primeira vez que mulheres são punidas por atos casos de adultério homossexual, mas é a primeira vez que são sentenciadas a espancamento público por tentarem ter relações sexuais.

Grupos defensores dos direitos LGBT falaram – como Justice for Sisters – com o The Guardian e afirmam que “este caso demonstra uma regressão para os direitos humanos; não apenas para a comunidade LGBT, mas também para todas as outras pessoas devido ao à sentença física que afeta toda a população”.

Para além de serem espancadas, as duas mulheres vão ter de pagar um valor de 619 euros ao tribunal.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×